Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Aumenta número de acusados de lavagem de dinheiro no Brasil


Jailton de Carvalho - Agência O GloboRIBEIRÃO PRETO (SP) - Levantamento feito pelo Departamento de Recuperação de Ativos Financeiros do Ministério da Justiça mostra um crescimento exponencial de processos por lavagem de dinheiro no país nos últimos quatro anos. A quantidade de acusados de movimentar dinheiro da corrupção, do narcotráfico e de outros crimes deste ano é cinco vezes maior que o contigente de 1.008 de pessoas que estavam sob investigação por estes mesmos desvios ano passado. Atualmente, pelo menos 5.419 empresários, servidores públicos e lobistas, entre outros, estão sendo investigados por envolvimento em esquemas de lavagem de dinheiro só em varas da Justiça Federal no país.As estatísticas foram apresentadas a pedido do ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, na abertura da 4ª Estratégia Nacional de Combate à Corrupcão e à Lavagem de Dinheiro (Encla).- Esse demonstrativo mostra que o trabalho está começando a dar certo - disse Bastos.Em 2002, apenas 79 pessoas respondiam na Justiça por movimentar dinheiro de origem ilegal. Em 2003, esse número pulou para 335, subiu para 614 em 2004 e, depois de quase dobrar ano passado, ultrapassou a barreira dos cinco mil casos este ano. Para Bastos, o recorde mostra que a Encla, criada em 2003, está proporcionando resultados surpreendentes no combate a crimes de ordem financeira.O estudo mostra ainda que o número de inquéritos sobre lavagem de dinheiro também está aumentando. Em 2002, a Polícia Federal abriu 32 inquéritos para investigar movimentaçès de dinheiro supostamente ilegal. No ano seguinte, esse número cresceu para 196 inquéritos. A partir daí, a polícia entrou numa curva ascedente. Foram 310 inquéritos em 2005 e 449 ano passado.Este ano já foram abertas 625 investigacões, ou seja, 39% a mais que o ano passado. O número de pessoas condenadas por tentar legalizar dinheiro oriundo da corrupção, do narcotráfico e outros crimes aumentou 368% do ano passado até agora.Em 2005, a Justiça Federal condenou 185 pessoas. Este ano, o numero de condenações chega a 866.- A lavagem de bens procedentes de atividade ilegal é uma das principais ferramentas para garantir os frutos do crime e para perpetuar a atuação de grupos criminosos em todas as latitudes - afirmou o procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza.Segundo ele, os esquemas de lavagem de dinheiro movimentam mais de R$ 500 milhões por ano no mundo. Num discurso proferido logo depois da apresentaçào das estatítiscas sobre lavagem de dinheiro, o procurador-geral disse que a corrupção, uma mazela antiga da civilização, tem especialmente no Brasil fortes implicações na vida das pessoas. Para ele, a corrupção deteriora a imagem no país no exterior e leva a uma diminuçào dos investimentos externos no Brasil.A Encla, reunião de representantes de mais de 50 órgãos do governo federal, da Justiça, do Ministério Público e da Polícia Federal, termina neste sábado. Estão sendo discutidos temas que vão da definição do conceito de terrorismo até medidas de fiscalização de Organizações Não-Governamentais (ONGs).Antônio Fernando de Souza aproveitou sua participação no encontro para defender a prerrogativa do Ministério Público de fazer investigações criminais. O assunto ainda está indefinido e depende de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

Mais Sobre Política - Nacional

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Está revogada a decisão do Carf que havia livrado o banco de pagamento de multa de R$ 26 bilhões por sonegação de impostos; é a maior da história...

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários protestam contra as resoluções da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da Uni