Porto Velho (RO) sábado, 25 de maio de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Assembléia de credores da Vasp aprova plano de recuperação


Agência O GloboRIO - A VASP anunciou que está se preparando para voltar a voar. A quarta reunião da assembléia de credores, realizada na sede da empresa em São Paulo com presença de 300 participantes, aprovou o plano de recuperação da companhia. A diretoria interventora nomeada pela Justiça do Trabalho - presidente Raul de Medeiros e diretores João Losasso e Roberto de Castro - foram referendados pela assembléia como responsáveis pela recuperação da empresa.A empresa suspendeu suas operações no início de 2005, quando o juiz da 14a Vara da Justiça do Trabalho de São Paulo decidiu intervir na empresa.O plano de recuperação da empresa previa a VASP operacional e outra constituída por fundos de investimentos e participações (FIP's), aos quais seriam transferidos os ativos da empresa. Os credores poderiam trocar suas dívidas por cotas destes fundos, que incluirão ativos como aviões, imóveis, equipamentos terrestres e eventuais créditos obtidos na Justiça.Na assembléia de ontem foi aberta mais uma possibilidade aos credores: os que não quiserem aderir aos FIP's poderão optar pelo recebimento dos créditos em dinheiro. Esta nova proposta, que atende a restrições legais da principal credora da VASP, a Infraero, prevê a amortização da dívida em quinze anos: cinco anos de carência, a contar a partir da data do início das operações da Vasp, e dez anos para pagamento do montante da dívida em parcelas semestrais, corrigidas pelo INPC/FGV e com juros de 2,5% ao ano. Todos os credores têm agora 30 dias para optar por esta nova alternativa de recebimento de seus créditos; caso contrário, deverão escolher os FIP's de sua preferência.O próximo passo é a homologação judicial da assembléia.- Foi apresentado aos credores o mesmo plano da última Assembléia com pequenas alterações. Agora, aprovado, é debruçar sobre a constituição dos fundos para equacionar as dívidas e obter o certificado de operação. Pretendemos voltar a voar daqui a 8 ou 10 meses - diz Raul de Medeiros, presidente interventor.Estudo encomendado pela VASP calcula o patrimônio da empresa em torno de R$ 6,5 bilhões, com dívidas de R$ 5 bilhões . Segundo Raul de Medeiros, o patrimônio líquido da Vasp é positivo e a companhia tem ativos suficientes para saldar suas dívidas. A VASP conta atualmente com 380 funcionários, a maioria na área técnica, já prestando serviços de manutenção a outras empresas.

Mais Sobre Política - Nacional

Audiência Pública no Senado Federal debate violência nas escolas e as suas consequências

Audiência Pública no Senado Federal debate violência nas escolas e as suas consequências

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) do Senado Federal promove nesta terça-feira (14), às 9h, audiência pública para debater com especialist

Presidente Bolsonaro assina novas regras para atiradores e caçadores

Presidente Bolsonaro assina novas regras para atiradores e caçadores

O presidente Jair Bolsonaro assinou hoje (7), em cerimônia no Palácio do Planalto, o decreto que regulamenta a posse, o porte e a comercialização de a

Villas Bôas diz que se Jair Bolsonaro fracassar, as forças armadas vão pagar a conta

Villas Bôas diz que se Jair Bolsonaro fracassar, as forças armadas vão pagar a conta

O ex-comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, que reagiu aos ataques aos militares, de Olavo de Carvalho, guru do presidente da República

Mariana reforça luta a favor de pacientes com doenças raras

Mariana reforça luta a favor de pacientes com doenças raras

A deputada Mariana Carvalho (RO) participou na quarta-feira (24) de debate promovido pela Comissão de Defesa da Pessoa com Deficiência sobre as dif