Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Apenas 10% dos brasileiros que moram em Lisboa votarão


Agência O GloboRIO - Apenas 10% dos 90 mil brasileiros residentes legalmente em Portugal se inscreveram para votar nas eleições presidenciais deste domingo, segundo a presidente da Casa do Brasil, Heliana Bibas. A informação é do site do jornal mexicano "El Universal".Os brasileiros residentes em Portugal "têm pouca confiança na política de seu país", o que explica a pouca participação, diz Bibas.Os brasileiros constituem a maior comunidade estrangeira em Portugal, onde trabalham especialmente nos setores da construção civil e do comércio. Os imigrantes ilegais são estimados em 50 mil pessoas.Dos 9 mil brasileiros inscritos para votar no domingo, 5 mil são de Lisboa e 4 mil do Porto, a segunda maior cidade do país.

Mais Sobre Política - Nacional

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), informou que Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO