Porto Velho (RO) quarta-feira, 16 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Aldo critica edição de MPs e defende orçamento impositivo para emendas parlamentares


Evandro Éboli - Agência O Globo

BRASÍLIA - O presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), enviou nesta segunda-feira, pelo correio, uma carta com sua plataforma de campanha à reeleição aos 513 deputados. Entre suas propostas, Aldo critica a edição excessiva de Medidas Provisórias e afirma que "o Parlamento não pode continuar refém das medidas provisórias. O atual sistema causa desequilíbrio entre os poderes. Mudanças nas tramitação das MPs são urgentes em beneficio dos interesses do parlamento e da democracia".

Sobre o polêmico reajuste dos parlamentares, Aldo afirma que é preciso estabelecer de maneira definitiva um teto para a remuneração dos servidores públicos dos Três Poderes e critérios para os subsídios dos parlamentares."É preciso vislumbrar uma regra que, ao longo do tempo, leve o presidente da República, os ministros do Supremo Tribunal Federal, ministros de estado, senadores e deputados a manter alto grau de isonomia em suas remunerações", diz o texto.

Aldo defende a aprovação do Orçamento impositivo, mecanismo pelo qual o governo é obrigado a liberar os recursos das emendas aprovadas: "podemos aperfeiçoar o atual sistema orçamentário ao adotar o modelo impositivo de imediato em algumas rubricas, como é o caso das emendas parlamentares". O deputado encerra a carta dizendo que a sua candidatura é a garantia da participação de todos os deputados nas decisões e discussões:"Não representa um projeto político pessoal, partidário ou de um grupo, com vistas a objetivos que não sejam aqueles inerentes à soberana missão do parlamento. É dar á Câmara, o equilíbrio que pretendemos para o Brasil".

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul