Porto Velho (RO) segunda-feira, 21 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Alckmin: Lula deveria se indignar é com a corrupção em seu governo


Adauri Antunes Barbosa - (Agência O Globo)SÃO PAULO - O candidato do PSDB a presidente da República, Geraldo Alckmin, rebateu neste domingo, em São Paulo, a declaração dada no sábado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de que a oposição deveria "lavar a boca" antes de atacá-lo. Segundo Alckmin, Lula não deveria ficar bravo com a oposição que fala do que ocorreu em seu governo, mas sim com os fatos em si.- O presidente deveria ficar indignado é com os fatos em si. A gente olha para o governo dele e vê o mensalão, correios, sanguessugas, valerioduto, para onde a gente olha só vê desvio do dinheiro público. Então, é preciso ele se indignar com os fatos em si e não com o que a oposição fala - disse Alckmin. O candidato do PSDB acha que o pior de tudo é que o governo Lula não aprendeu nada com os escândalos.- A origem dos escândalos foi os Correios, mas agora o governo acaba de lotear novamente os cargos nos Correios, entregando-os ao PMDB apenas por questões eleitorais - disse Alckmin.Ele criticou a política econômica do governo e disse que Lula está transformando o Mercosul num palco meramente ideológico, sem se preocupar efetivamente com o desempenho econômico do bloco.Alckmin fez as declarações durante visita ao 9º Festival do Japão, organizado pela Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil (Kenren), que está acontecendo no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo. O ex-governador de São Paulo esteve no local das 12h30m às 15h. Amanhã, ele pretende se reunir com a equipe que formula o plano de governo

Mais Sobre Política - Nacional

GENTE QUE MUITO PULA

GENTE QUE MUITO PULA

É melhor ficar quieto e deixar que pensem que você talvez tenha errado do que mexer-se e tirar a dúvida

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos