Porto Velho (RO) quarta-feira, 14 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Alckmin insinua que PT comandou operação de compra de dossiê


Flávio Freire - Agência O Globo BLUMENAU - O candidato do PSDB à presidência, Geraldo Alckmin, insinuou que a direção nacional do PT foi quem comandou a operação para a tentativa de compra de um dossiê contra a sua campanha e a de José Serra ao governo de São Paulo. A operação levou de volta à prisão o empresário Luiz Antonio Vedoin, acusado de chefiar a máfia das ambulâncias, um tio dele, que seria o intermediário da negociação, e Valdebran Carlos Padilha da Silva, filiado ao PT, e o advogado Gedemar Pereira Passos.Valdebran foi detido com um R$ 1,7 milhão enquanto negociava a compra de material que incriminaria os tucanos.Alckmin afirmou que o PT age no submundo do crime e faz chantagem eleitoral nesta reta final da campanha. Em Blumenau, onde fez uma caminhada pelo centro da cidade, Alckmin disse que os petistas não aprenderam com a crise.- Quando se vai ao submundo do crime, se encontra alguém do PT. É preciso mostrar o dinheiro, de onde isso veio, os criminosos, quem é o corruptor e a quem serve isso - disse ele, referindo-se à prisão do petista Valdebran Padilha da Silva, que foi arrecadador da campanha do PT em Cuiabá, em 2004.O candidato ao governo de São Paulo pelo PT, Aloizio Mercadante, também repudiou neste sábado a suposta tentativa de compra do dossiê.- Eu quero repudiar. Acho que isso não condiz com a vida democrática.Indagado se acreditava que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tinha conhecimento dessa operação, Alckmin disse:- Você acha que alguém fez isso por livre e espontânea vontade, apenas porque deu na cabeça? R$ 1,7 milhão não caem do céu. Isso não é uma obra do acaso - afirmou.Sobre fotos em que apareceria ao lado de Vedoin na cerimônia de entrega de ambulâncias - material este que estaria sendo negociado entre Valdebran o empresário - Alckmin disse não ter conhecimento.- Nunca participei de cerimônia de entrega de ambulâncias. Todas foram entregues por pregão eletrônico - disse ele, que perguntado se desafiaria quem quer que seja a mostrar as fotos, afirmou apenas que "não vai discutir com criminoso".

Mais Sobre Política - Nacional

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

O exame tem validade de cinco anos para condutores com menos de 65 anos.

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro e Boulos precisam decidir se querem dar um passo em frente ou dois passos atrás.