Porto Velho (RO) quinta-feira, 15 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Aeronáutica deixa 150 controladores de vôo de sobreaviso


Henrique Gomes Batista - Agência O GloboBRASÍLIA - O Comando da Aeronáutica decidiu nesta terça-feira deixar todos os cerca de 150 controladores de vôo do Cindacta 1, responsável pelo tráfego aéreo em Brasília, de sobreaviso no feriado e nos próximos dias. O objetivo é permitir a rápida substituição de profissionais em caso de demoras muito grandes nos vôos ou permitir a rápida substituição de controladores faltosos ou com problemas de saúde.Há, segundo o presidente da Associação dos Controladores de Tráfego Aéreo do Rio de Janeiro, Jorge Nunes de Oliveira, de dez a doze controladres sem trabalhar com atestados médicos. Ele afirmou que no fim de semana do dia 2 de novembro, ápice da crise anterior nos aeroportos, a forte pressão dos militares sobre os controladores, que algumas vezes ficaram impedidos de sair do ambiente de trabalho, causou problemas de saúde nos profissionais.Esse momento de tensão pode se repetir com esta decisão do Comando da Aeronáutica em convocar todos os controladores a ficar de sobreaviso nos próximos dias.Segue a íntegra da nota do Comando da Aeronáutica:Em razão dos problemas verificados no Sistema de Controle de Tráfego Aéreo nos últimos dias, o Comando da Aeronáutica resolveu adotar as seguintes medidas:Hoje, (14/11) às 10h30, foi acionado o plano de reunião do Primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA I), com o objetivo de normalizar as escalas de serviço relativas ao centro de controle de área daquela organização militar. Essa medida tem como principal meta a manutenção da eficiência no serviço prestado, sempre com a garantia dos níveis de segurança de vôo previstos.O plano de reunião é um procedimento administrativo previsto na legislação em vigor, comum a todas as organizações do Comando da Aeronáutica e tem o objetivo de reunir, no menor tempo, todo o efetivo de uma Unidade a fim de atender a possíveis situações especiais ou emergenciais.Durante o período em que o plano de reunião estiver ativado, os militares do efetivo do CINDACTA I permanecerão na organização militar, de maneira a atender às necessidades operacionais de serviço. Vale esclarecer que toda a legislação referente à jornada de trabalho e períodos de descanso continuará sendo cumprida normalmente.

Mais Sobre Política - Nacional

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse ontem (14) que manterá o programa Mais Médicos e vai substituir os cerca de 8.500 profissionais cubanos p

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno