Quinta-feira, 25 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Aécio Neves adota discurso moderado na posse, em Minas


Agência O Globo BELO HORIZONTE - Em Minas Gerais, que tem o segundo maior colégio eleitoral do Brasil, tomou posse nesta segunda-feira o governador reeleito pelo PSDB, Aécio Neves, que adotou um discurso moderado. Aécio evitou críticas e referências diretas ao governo federal, dando clara demonstração de que pretende manter o relacionamento cordial com o presidente Lula que marcou os primeiros quatro anos de mandato. O governador fez um longo relato histórico, homenageando a líderes mineiros do passado, com destaque para Tiradentes, o ex-presidente Juscelino Kubitschek e seu avô, Tancredo Neves. Aécio reafirmou compromissos de campanha, exaltou o choque de gestão, considerado o carro-chefe do primeiro mandato e voltou a cobrar a revisão do pacto federativo, na única referência direta à União: - Não haverá crescimento verdadeiro, não haverá desenvolvimento consolidado, não haverá democracia plena, enquanto não refundarmos a federação e os princípios norteadores da república brasileira. Os avanços que o país precisa não acontecerão enquanto não tivermos a coragem de desconcentrar recursos, enquanto não houver autonomia administrativa para estados e municípios, enquanto não houver a tão sonhada justiça tributária. Um Rolls Royce 1953 levou Aécio Neves à Assembléia Legislativa. O primeiro governador reeleito de Minas afirmou que vai trabalhar por mudanças na distribuição de impostos e nos repasses dos recursos da União para os estados. - Não alcançaremos a justiça social que todos almejamos enquanto não tivermos a coragem de desconcentrar recursos, enquanto não houver autonomia administrativa para os estados e municípios - discursou Aécio Neves, governador de Minas Gerais. Aécio pediu responsabilidade pública, maturidade e solidariedade para melhorar as condições de vida do povo mineiro e brasileiro. - Eu não tenho dúvidas de que Minas poderá se transformar no estado brasileiro que mais venha a crescer e que mais empregos vai gerar para sua gente. Com planejamento, com eficiência na administração dos recursos públicos e certamente com uma boa dose de ousadia. Quando assumiu o governo, em 2003, o estado gastava mais do que arrecadava. Menos de dois anos depois, as contas públicas saíam do vermelho. As ações para atingir o chamado déficit zero foram o carro-chefe da campanha à reeleição. Da Assembléia, Aécio Neves se dirigiu ao Palácio da Liberdade, sede do governo, onde repetiu os rituais seguidos pelo avô quando assumiu o mesmo cargo há 24 anos. Primeiro, na praça da Liberdade, fez uma reverência à bandeira de Minas Gerais, foi recebido nos portões do palácio pelos Dragões da Inconfidência e em seguida discursou da sacada às cerca de 3 mil pessoas que assistiam a tudo das ruas no entorno da praça.

Gente de OpiniãoQuinta-feira, 25 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Quinta-feira, 25 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)