Porto Velho (RO) terça-feira, 10 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Adolescente internado custa 20 vezes mais do que aquele que cumpre medida socioeducativa



Marco Antônio Soalheiro
Agência Brasil

Brasília - Ainda há no Brasil uma aplicação em excesso de penas privativas de liberdade aos menores em conflito coma lei, o que resulta em uma estrutura altamente dispendiosa para o poder público. Essa foi conclusão a que chegou a Secretaria Especial dos Direitos Humanos (SEDH)da Presidência da República, ao fazer um levantamento dos gastos com as tentativas de recuperação dos adolescentes.

"Hoje um adolescente internado custa cerca de R$ 4 mil por mês enquanto no atendimento de meio aberto isso não ultrapassa R$ 200,00. O custo social também é menor, porque esse adolescente que não interna fica menos estigmatizado na sociedade e tem mais chances de ser aceito na família, na comunidade e na cidade", afirmou à Agência Brasil a subsecretária de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, Cármen Oliveira, presidente em exercício do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) .

A aposta do governo para inverter a lógica de punição é o reforço do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase), que prevê a instalação de programas municipais de acompanhamento ao adolescente que cumpre medida de meio aberto, como a prestação de serviço à comunidade ou a liberdade assistida. Investimentos que antes eram direcionados para a criação de novas vagas de internação seriam transferidos para a nova modalidade de atendimento.

"É ali, quando o adolescente comete um delito mais leve e recebe um acompanhamento de retorno à escola, de inserção em uma atividade cultural ou esportiva, que estão as chances de ele interromper essa carreira delitiva e evitar o agravamento do seu perfil", defendeu Carmém Oliveira.

O governo destinou à implementação do Sinase aproximadamente R$ 500 milhões, constantes no Plano Plurianual (PPA) de 2008 a 2011. A intenção da SEDH é aplicar parte do recurso também na criação de novos programas de atendimento dentro das unidades de internação.

"Queremos que elas não sejam simplesmente um momento de punição, com carceragem péssima que deixa adolescentes mais revoltados e mais direcionados a verem o crime organizado como alternativa de vida", argumentou a subsecretária.

A regulamentação do Sinase se baseia até o momento em uma resolução do Conanda, mas há um projeto com o mesmo objetivo em tramitação no Congresso - PL 1627 de 2007 -, sob relatoria da deputada Rita Camata (PMDB-ES) em comissão especial constituída. A expectativa da SEDH é de que a matéria seja votada até até o final do ano e garanta avanços ao sistema. "O Sinase ainda não tem uma força de lei federal, e através dela podemos ter mais compromisso de financiamento dos três níveis do governo, padronização dos procedimentos do judiciário para os menores", explicou Carmém Oliveira.


 

Mais Sobre Política - Nacional

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) a votação, antes que encerre o prazo, da Medida Provisórias cri

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p