Porto Velho (RO) quinta-feira, 16 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Acusado de mandar matar irmã Dorothy será julgado em maio


Agência O GloboRIO - O Tribunal de Justiça do Pará marcou para o dia 14 de maio o julgamento do fazendeiro Vitalmiro Bastos de Moura, o Bida. Ele é acusado de ser um dos mandantes do assassinato da missionária Dorothy Stang, em 2005. O júri popular será realizado em Belém.Bida tinha entrado com um pedido de liminar no Supremo Tribunal Federal (STF) para que respondesse ao processo em liberdade, e que fosse suspensa a prisão preventiva, decretada ainda em 2005. Mas o relator do processo, ministro Cezar Peluso, negou o habeas corpus nesta terça-feira, alegando que a prisão foi feita porque Vitalmiro fugiu e teria ameaçado testemunhas do caso.Dorothy Stang foi morta em fevereiro de 2005 no município de Anapu, no sudoeste do Pará. A missionária americana trabalhava com a Pastoral da Terra e comandava um projeto de desenvolvimento sustentável em uma área autorizada pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).Fazendeiros da região eram contrários ao projeto porque se diziam donos da área. Os dois pistoleiros e o homem que os contratou foram julgados, condenados e estão presos.Os fazendeiros apontados como mandantes do crime, Vitalmiro Bastos de Moura e Regivaldo Pereira Galvão, foram presos logo após o assassinato. Mas Regivaldo foi posto em liberdade em junho do ano passado.

Mais Sobre Política - Nacional

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Está revogada a decisão do Carf que havia livrado o banco de pagamento de multa de R$ 26 bilhões por sonegação de impostos; é a maior da história...

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários protestam contra as resoluções da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da Uni