Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

ACM diz que excesso de MPs prejudica Congresso e até segurança pública


Agência O Globo SALVADOR - O excesso de medidas provisórias do governo federal prejudica o Congresso Nacional e até a segurança pública. Essa é a opinião do senador Antônio Carlos Magalhães, em entrevista coletiva concedida na tarde desta sexta-feira, no seu escritório político. O senador disse ainda que os vetos feitos pelo presidente Lula dificultam a recriação da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).Entre os artigos vetados estão: a retirada dos incentivos fiscais e a regionalização das dotações orçamentárias. O senador disse que como foi recriada a Sudene já renasce morta.- A morte da Sudene se deu antes da sua criação. O governo de Lula continua ignorando o Nordeste.O senador também criticou o Congresso Nacional por ter dado posse aos suplentes por um mês.- Isso desmoralizou mais ainda a classe política, mesmo porque a inutilidade do gasto é visível.ACM comentou também a situação da segurança pública no Rio e em São Paulo. Disse que há onze projetos no Congresso que melhorariam a situação e que não foram votadas por causa do excesso de medidas provisórias do governo federal.- Se fizer votação na Câmara das medidas que foram aprovadas nas comissões de Justiça do Senado, eu garanto que ele tem todo um instrumental para combater o crime organizado.

Mais Sobre Política - Nacional

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Está revogada a decisão do Carf que havia livrado o banco de pagamento de multa de R$ 26 bilhões por sonegação de impostos; é a maior da história...

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários protestam contra as resoluções da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da Uni