Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Polícia

Transporte clandestino – nota pública


A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (SEMTRAN) vem a público comunicar e orientar a população portovelhense sobre a fiscalização e aplicação da Lei Complementar Municipal nº 717/2018, regulamentada pelo Decreto Municipal nº 15.247/2018, que versam sobre o serviço de transporte particular através de aplicativos, nos termos da Lei Federal nº 13.640/2018.

Em virtude de ter encerrado o prazo de 90 dias em 04/07/2018 para o cadastramento das empresas de serviços de transporte individual por aplicativos, bem como dos respectivos veículos que utilizam suas plataformas tecnológicas, como estabelece a Lei Complementar nº 717/2018, a Divisão de Fiscalização da SEMTRAN emitiu NOTIFICAÇÃO as empresas que ainda não tinham feito o cadastro e que se encontravam operando de forma CLANDESTINA.

Diante da ausência de resposta destas empresas, a SEMTRAN iniciou uma operação de fiscalização de transporte clandestino e apreendeu alguns veículos que não estavam autorizados e/ou cadastrados.

O serviço de transporte por aplicativos é regulamentado pelas leis acima citadas e a SEMTRAN irá atuar constantemente contra as empresas e motoristas que praticam o transporte clandestino.

Desta forma, ALERTAMOS aos interessados que fazem uso deste serviço irregular para que busquem informações na SEMTRAN para evitar maiores prejuízos.

A SEMTRAN lembra que segue os princípios legais, em especial, o poder de polícia quanto à apreensão dos veículos e autuação dos mesmos em face dos condutores infratores e respectivos proprietários.

Por fim, a SEMTRAN tem compromisso com a lei e com a ordem e irá ficalizar constantemente o serviço de transporte CLANDESTINO para fins de aplicação da lei, visando resguardar a organização e segurança viária e, principalmente, a segurança dos passageiros.

Mais Sobre Polícia

Professora é assassinada violentamente pelo ex-marido

Professora é assassinada violentamente pelo ex-marido

O homem identificado como Ueliton Aparecido Silva, 35 anos, foi preso em flagrante neste domingo (17), após matar a ex-esposa, a professora e superv

PF desarticula quadrilha que gerou prejuízos de mais de R$ 300 milhões

PF desarticula quadrilha que gerou prejuízos de mais de R$ 300 milhões

A Polícia Federal, em conjunto com a Receita Federal e com apoio logístico do Exército, deflagrou na manhã desta quinta-feira (14) a Operação Dracma

Terror: Tiroteio em escola deixa pelo menos oito vítimas na Grande São Paulo

Integrantes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar de São Paulo estão na manhã de hoje (13) na Escola Estadual Raul Brasil, no Jardim Imperador, e