Porto Velho (RO) quarta-feira, 2 de dezembro de 2020
×
Gente de Opinião

Polícia

Representantes da zona Leste de Porto Velho participam de reunião sobre segurança



Moradores da zona Leste de Porto Velho participaram na última terça-feira (26) de uma reunião com a o secretário-adjunto da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec). Em pauta, a discussão sobre a filosofia da Polícia Comunitária, tema que vem sendo abordado com frequência desde o início do atual governo, que tem como objetivo a aproximação das forças de segurança com a comunidade.

Gente de Opinião

lideranças comunitárias da zona Leste reuniram-se
com a cúpula da segurança pública estadual

O secretário-adjunto da Sesdec, Adilson Pinheiro, relatou a importância da polícia “que sempre esteve de portas abertas para a comunidade”.

Para explicar as ações da Policia Militar na região mais populosa da capital, Adilson Pinheiro utilizou como exemplo o projeto “Vizinho Solidário”, desenvolvido em Belo Horizonte (MG). Segundo ele, a estratégia vem surtindo efeitos positivos. Lá, cada morador tem um apito. “Atitudes suspeitas nas redondezas os instrumentos são acionados, e o alerta geral toma conta da comunidade. Tive a oportunidade de conhecer de perto essa ação”, disse.

Francisco Lima é professor na escola Marcelo Cândia e relatou que a segurança pública não é só responsabilidade do governo, mas uma questão de consciência de todos. “Há a necessidade de participação das áreas da educação, esporte e da prefeitura. Francisco Lima afirmou, que embora tudo recaia sobre os órgãos de segurança, a participação na base é importante.

Julio Cesar, diretor da Polícia Metropolitana, disse que todas as vezes que a comunidade chama pela segurança pública, nada mais é do que a demonstração de que estamos no caminho certo. Para o delegado, são os moradores que têm a missão de informar o que ocorre para que seja apresentada a solução adequada.

Jones Souza, presidente da Associação de Moradores do Bairro Mariana, disse que o bairro tem sido alvo de várias ações de marginais. “Algumas situações pontuais críticas motivaram a gente a procurar a polícia para que possa nos ajudar”, observou o líder comunitário, que pretende conhecer de perto o modelo da capital mineira, relatado pelo secretário Adilson. “Se for o caso, temos a intenção de adotar este modelo em porto Velho, com o apoio da polícia”.
 


Fonte
Texto: Valdir Alves/Arian Oliveira
Fotos: Márcia Martins
Secom - Governo de Rondônia

Mais Sobre Polícia

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

O 5º Batalhão de Polícia Militar de Rondônia (5º BPM – Batalhão Belmont) realiza, nesta sexta-feira (23), às 19h, a formatura militar alusiva ao seu

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Na manha de hoje (21), a Polícia Rodoviária Federal participou da Operação Arinna, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime O