Porto Velho (RO) domingo, 29 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Polícia

Polícia Militar apreende arma, recupera dinheiro e elucida crime


 

Uma ação rápida das guarnições de serviço do 6º Batalhão de Polícia Militar resultou na elucidação de um furto a um comercial, em Guajará-Mirim. Tudo começou na cidade de Nova Mamoré quando Izaqueu Silva dos Santos, 18 anos, na manhã de segunda-feira (17), tentou trocar dezenas de moedas de diferentes valores em cédulas num comércio daquele município.

O proprietário do estabelecimento estranhou Izaqueu, mesmo sem saber que ele já tem várias passagens pela Polícia por diversos crimes, pelo fato de nunca ter visto em seu comércio e por estar carregando um monte de moedas dentro de uma meia.

3ª Companhia de Policiamento Ostensivo da cidade foi acionada e ao local deslocou-se a patrulha composta pelos PMs Gilberto, Paz e Kátia, onde ao abordar o rapaz descobriu que ele tinha furtado um mercantil no bairro Jardim das Esmeraldas, em Guajará-Mirim e delatou outros envolvidos.

Investigações e coincidências

No momento em que o suspeito era abordado em Nova Mamoré, o Grupo de Inteligência do 6º BPM diligenciava em busca dos autores do delito do mercantil no bairro Jardim das Esmeraldas. Durante as investigações a Inteligência foi informada a respeito da abordagem feita no delinquente ainda na cidade vizinha.

De posse dos dados a guarnição do PM Eliel, Jair e Marcelo, com apoio do cabo Guimarães e PM Elcilene componentes da viatura de Busca e Captura saíram no encalço dos suspeitos.

Captura dos envolvidos

Os que foram delatados por Silva, o primeiro a ser capturado foi Warlison de Freitas Santos, 19 anos, que de acordo com a versão de Izaqueu ele participou do crime e portava um revólver cal. 32 quando cometeram o delito. Warlison e Izaqueu confessaram a autoria do furto. Segundo relatos da dupla aos policiais que atenderam a ocorrência, a arma pertencia aos irmãos Kenedy Melgar Moreno, 21 anos, e Franklin Melgar Moreno, 33.

A localização de Franklin e Kenedy levou a PM a apreender a arma. De acordo com o Boletim policial Patrícia Melgar Moreno, 31 anos, irmã dos dois, de repente apareceu e entregou o revólver cal. 32 de número 528753 aos policiais, falando que era de seus irmãos. Uma pesquisa no INFOSEG mostrou que o 32 está registrado em nome de Osvaldo Costa.

Os acusados foram encaminhados à delegacia de polícia, juntamente com o dinheiro apreendido e outros produtos recuperados, e entregues ao plantonista para as devidas medidas conforme a Lei. Depois do registro Patrícia foi flagranteada por porte ilegal de arma de fogo e aguarda o posicionamento da justiça, recolhida no presídio feminino. Os demais envolvidos foram ouvidos pelo delegado de plantão, liberados e responderão o caso em liberdade.

“Graças a nossa ação conjunta, os R$ 195,00 em cédulas e os R$ 73,25 em moedas foram recuperados, e conseguimos tirar mais uma arma de circulação e desvendar o crime”, comentou o PM Eliel. Autor e fotos PM Almeida 6º BPM.

Fonte: Lenilson Guedes
 

Mais Sobre Polícia

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

O 5º Batalhão de Polícia Militar de Rondônia (5º BPM – Batalhão Belmont) realiza, nesta sexta-feira (23), às 19h, a formatura militar alusiva ao seu

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Na manha de hoje (21), a Polícia Rodoviária Federal participou da Operação Arinna, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime O