Porto Velho (RO) terça-feira, 24 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Polícia

Operação Satélites tem como alvos nomes ligados a pessoas com foro privilegiado



Karine Melo - Repórter da Agência Brasil

Gente de Opinião

Segundo a PF, o objetivo da operação é coletar provas de crimes contra a administração pública, lavagem de dinheiro, corrupção e organização criminosa, entre outrosMarcelo Camargo/Agência Brasil

Em parceria com a Procuradoria-Geral da República, a Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (28) a Operação Satélites 2, que cumpre mandados de busca e apreensão expedidos pelo relator da Operação Lava Jato, ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal. A ação diz respeito a inquéritos instaurados a partir de provas obtidas na Lava Jato.

Ao todo, 10 mandados estão sendo cumpridos: quatro no Distrito Federal, dois em São Paulo, dois em Alagoas, um em Sergipe e um no Rio Grande do Norte. Segundo nota divulgada pela PF, o objetivo da operação é coletar provas de crimes contra a administração pública, lavagem de dinheiro, corrupção e organização criminosa, entre outros, em investigações relacionadas a desvio de recursos na Transpetro.

Histórico

Deflagrada no dia 21 de março deste ano, a Operação Satélites cumpriu 14 mandados de buscas em quatro estados e no Distrito Federal. O nome faz referência ao fato de que os principais alvos da operação são ligados a pessoas com prerrogativa de foro privilegiado.

Mais Sobre Polícia

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

O 5º Batalhão de Polícia Militar de Rondônia (5º BPM – Batalhão Belmont) realiza, nesta sexta-feira (23), às 19h, a formatura militar alusiva ao seu

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Na manha de hoje (21), a Polícia Rodoviária Federal participou da Operação Arinna, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime O