Porto Velho (RO) quinta-feira, 26 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Polícia

Operação Nacional Contra a Corrupção resulta na prisão de 91 pessoas em 12 estados


A Operação Nacional contra a Corrupção, deflagrada nesta terça-feira (9) pelo Ministério Público brasileiro, em parceria com diversos outros órgãos, em 12 estados, resultou na prisão de 91 pessoas, entre agentes públicos, policiais e empresários envolvidos em esquemas ilegais que lesavam os cofres públicos. Também foram cumpridos 31 mandados de suspensão da função pública e 65 mandados de bloqueios de bens.Operação Nacional Contra a Corrupção resulta na prisão de 91 pessoas em 12 estados - Gente de Opinião

Em entrevista coletiva à imprensa, o Presidente do Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC), Procurador-Geral de Justiça de Rondônia, Héverton Alves de Aguiar, informou que o total de verbas públicas sob investigação alcança o montante de R$ 1 bilhão e 146 milhões, referentes aos 131 órgãos investigados. Os trabalhos, segundo ele, envolveram 158 membros do Ministério Público, além de 1.300 policiais e técnicos. Pelo menos 291 pessoas são investigadas.

“Hoje é um dia especial. Cada MP, por meio de seus Grupos de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), está desenvolvendo operações de combate à corrupção de forma integrada. Isso demonstra de uma forma muito clara que é possível que as forças do Estado trabalhem de maneira organizada contra esse mal que assola a sociedade atual. O Ministério Público brasileiro está fazendo sua parte”, disse o Presidente do GNCOC.

Atuação dos MPs

As investigações nos 12 estados foram realizadas por 10 Ministérios Públicos estaduais. No Ceará, o foco da operação foi a corrupção na Prefeitura de Quixeramobim. Pelo menos 10 Promotores de Justiça e 90 policiais estiveram envolvidos nos trabalhos. Foram cumpridos 26 mandados de busca e 14 pessoas foram afastadas das funções públicas, incluindo prefeitos, vice-prefeitos e 10 secretários. No Mato Grosso do Sul, a operação desarticulou um esquema de fraude na emissão de CNHs. Foram efetuadas oito prisões e cumpridos seis mandados de busca. No Mato Grosso, a ação teve como alvo desbaratar esquema de corrupção de servidores do Judiciário. Foram realizadas cinco prisões e cumpridos quatro mandados de busca.

Já no Espírito Santo, o foco dos trabalhos foi sonegação fiscal e corrupção. Dez pessoas foram presas e foram cumpridos 11 mandados de busca. No Rio Grande do Norte, a operação também teve como alvo corrupção em duas prefeituras. Foram presas 17 pessoas e cumpridos 52 mandados de busca.

A corrupção na saúde motivou o trabalho do MP de Pernambuco, onde quatro pessoas foram presas. Também foram cumpridos três mandados de busca. Já no Rio de Janeiro, foram realizadas quatro prisões. No Paraná, a operação desarticulou esquema de corrupção policial. Pelo menos 24 pessoas foram presas. Foram cumpridos seis mandados de busca. Em São Paulo, o alvo foi a corrupção em 78 prefeituras. Foram realizadas 13 prisões e cumpridos 154 mandados de busca.

Em Rondônia, foram presas seis pessoas, dentre elas o ex-prefeito Roberto Sobrinho. As investigações tiveram como propósito desarticular esquema de corrupção na Prefeitura de Porto Velho entre os anos de 2006 e 2012. Também foram cumpridos 12 mandados de busca e 22 de bloqueios de bens.

As investigações que resultaram na operação são conduzidas pelos Ministérios Públicos dos Estados do Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia e São Paulo, em parceria com a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícias Civis e Militares, Controladoria-Geral da União, Tribunal de Contas de Rondônia, Receita Federal e Receitas Estaduais.

Fonte: Ascom MPRO

Mais Sobre Polícia

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

O 5º Batalhão de Polícia Militar de Rondônia (5º BPM – Batalhão Belmont) realiza, nesta sexta-feira (23), às 19h, a formatura militar alusiva ao seu

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Na manha de hoje (21), a Polícia Rodoviária Federal participou da Operação Arinna, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime O