Porto Velho (RO) quarta-feira, 2 de dezembro de 2020
×
Gente de Opinião

Polícia

Na Fecomércio reunião discutiu soluções para o trânsito


 

Atendendo a um convite da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia-FECOMÉRCIO e mais três entidades empresariais, a Federação da Pecuária e Agricultura do Estado de Rondônia-FAPERON, Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de Rondônia-FCBL e Sindicato das Micro e Pequenas Indústrias do Estado de Rondônia-SIMPI/RO, o secretário municipal de transportes e Itamar Santos Ferreira, se reuniu com os empresários, no auditório da própria Fecomércio, para explicar as mudanças realizadas no trânsito de Porto Velho em especial no centro comercial da cidade e discutir soluções para o trânsito. Entre as queixas do comerciantes se destacava o fato de que houve uma queda substancial nas vendas após a secretária municipal ter “engessado” o estacionamento central para o consumidor. Os espaços foram destinados apenas para taxistas e moto taxistas e quem pretende fazer compras não tem onde parar.

 

Há problemas de curto prazo

Na reunião participaram da mesa, além o presidente da FECOMÉRCIO/RO, Raniery Araújo Coelho, o presidente da FAPERON, Francisco Cabral, o presidente do SIMPI/RO, Leonardo Heuler Calmon Sobral, a presidente da FCBL. Joana Joanora Neves, o presidente do SindHotel, Ananias Frota, do Sindilojas, Pedro Teixeira Chaves, o diretor superintendente do Sebrae, Joaquim Aguiar, o diretor do Secovi, José Ramalho de Lima e o secretário Itamar Ferreira que veio acompanhado de sua equipe técnica.

O presidente Raniery Araújo ressaltou a importância do encontro que foi delineado  para buscar, de fato, soluções para o problema do trânsito que tem muitos aspectos complexos e só resolvíveis no longo prazo, mas, que, tendo em vista, os congestionamentos e os problemas, hoje, existentes há necessidade de que muitos problemas tenham, pelo menos, um equacionamento de curto prazo. Citou como exemplo a questão da regulamentação do horário de carga e descarga no centro da cidade, o inchaço de locais de estacionamento de táxis e mototáxis impedindo o estacionamento de clientes, a adulteração de placas e o próprio comércio informal que rouba espaços da cidade. Raniery salientou que o setor produtivo estava não apenas cobrando soluções, porém, também se colocando como parceiro e, neste sentido, a própria Fecomércio colocava o Senac à disposição para fazer cursos sobre educação de trânsito na medida em que é evidente que um dos problemas é mesmo de educação no trânsito.

A reunião durou mais de três horas onde foram amplamente discutidos diversos assuntos, como a condição da malha viária, as obras de infra-estrutura que não acontecem, os problemas de acidentes e de engarrafamentos, a questão do estacionamento rotativo sinalização, buracos nas ruas e o transporte publico considerado pelos empresários sem boas condições e de custo alto. O secretário Itamar Ferreira e sua equipe discutiram as questões, receberam críticas e deram explicações num clima de muita cordialidade que resultou numa primeira avaliação conjunta dos problemas e na elaboração de uma série de medidas que serão implantadas. A visão dos líderes empresariais é a de que, como uma primeira conversa, foi um debate muito produtivo que despertou neles a esperança de que o secretário, realmente, tome algumas medidas que irão minimizar os problemas atualmente enfrentados.

Fonte: Sílvo Persivo

 

Mais Sobre Polícia

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

O 5º Batalhão de Polícia Militar de Rondônia (5º BPM – Batalhão Belmont) realiza, nesta sexta-feira (23), às 19h, a formatura militar alusiva ao seu

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Na manha de hoje (21), a Polícia Rodoviária Federal participou da Operação Arinna, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime O