Porto Velho (RO) quinta-feira, 26 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Polícia

MPF obtém condenação de policial federal



Agente da PF exigia propina para não 
fiscalizar extração ilegal de madeira 

O Ministério Público Federal (MPF) em Rondônia obteve condenação de um agente da Polícia Federal que exigia propina para não fiscalizar extração ilegal de madeira. O policial federal José Cadete da Silva trabalhava em Vilhena e foi condenado à perda do cargo público, quatro anos de prestação de serviços à comunidade e pagamento de pena pecuniária de 120 dias-multa e mais dez mil reais a serem destinados a uma instituição beneficente. 

Na denúncia apresentada pelo MPF, há a transcrição de diálogo telefônico entre o policial federal e um classificador de madeira. Os dois tentaram usar códigos, mas não conseguiram esconder a negociação de propina. O policial exigiu quatro mil reais para que não fosse feita fiscalização pela Polícia Federal em uma área no município de Comodoro (MT), próximo a Vilhena. 

A interceptação telefônica foi autorizada pela Justiça e revelou que o agente fazia este tipo de transação de forma continuada, repassava informações sobre a movimentação da Polícia Federal na região e usava de ameaça velada para exigir a propina, valendo-se de sua condição profissional. Na decisão, a Justiça Federal condenou o policial por crime de concussão, artigo 316 do Código Penal. 

O agente também responde a uma ação penal por possível participação em uma organização criminosa que entrava sem autorização na Reserva Roosevelt, terra indígena Cinta-Larga, para extração de diamantes.

Fonte: MPF/RO (www.prro.mpf.gov.br)

Mais Sobre Polícia

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

O 5º Batalhão de Polícia Militar de Rondônia (5º BPM – Batalhão Belmont) realiza, nesta sexta-feira (23), às 19h, a formatura militar alusiva ao seu

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Na manha de hoje (21), a Polícia Rodoviária Federal participou da Operação Arinna, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime O