Porto Velho (RO) segunda-feira, 27 de junho de 2022
×
Gente de Opinião

Polícia

Governador eleito Tião Viana diz que combate ao tráfico de drogas será prioridade



Governador eleito Tião Viana garante que a questão do combate ao tráfico de drogas será prioridade em sua gestão

Os trabalhos da transição entre o governador Binho Marques e o governador eleito Tião Viana tiveram na última sexta-feira mais uma etapa importante analisada. Dessa vez, o panorama da gestão pública foi feito nas áreas de segurança pública, educação e cultura. Da mesma forma que vem sendo conduzida até aqui, secretários que comandam as pastas realizaram um verdadeiro raio-x da situação em que estão constituídas e organizadas as estruturas das secretarias. As principais ações da atual gestão, os pontos que merecem atenção prioritária e os avanços foram diagnosticados de forma precisa. Trabalho que vai garantir e apontar as primeiras intervenções do governador eleito Tião Viana ao assumir o governo do estado em 1º de janeiro.

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Henrique Corinto, foi quem abriu a reunião. Ele anunciou que ainda este ano a secretaria deve concluir a implantação da ouvidoria do sistema de segurança pública, que vai estabelecer um canal ágil e direto de comunicação entre a população e os gestores da área. “Ter e oferecer essa importante ferramenta representa humanizar e estreitar o relacionamento do Estado com o cidadão. Significa buscar soluções práticas e efetivas para os principais problemas, identificar nas críticas as oportunidades de melhoria e inovar constantemente”, afirmou o secretário. Corinto falou ainda sobre a estruturação e fortalecimento do Programa de Proteção a Vítimas e Testemunhas Ameaçadas (Provita) e a implantação do centro de atendimento a vítimas de violência. Segundo ele, nos últimos anos, a secretaria apoiou e estruturou os conselhos tutelares em todos os 22 municípios acreanos. E, a partir de uma emenda parlamentar, em 2011 devem ser doados carros para o trabalho de todos os conselhos do Estado.

Como órgão que compõe a segurança pública, o Procon também apresentou seus números. De cinco atendimentos feitos ao dia por guichê em 2006, quando funcionava por apenas quatro horas, o número dobrou, com o seu funcionamento ampliado para nove horas diárias, além da resolutividade em 77% dos casos. A secretária de Segurança Pública, Márcia Regina, também falou sobre o Sistema Integrado de Segurança Pública e os investimentos nas polícias Militar, Civil, Corpo de Bombeiros e Departamento Estadual de Trânsito. Para ela, são muitas as marcas que o governo Binho Marques deixa na área, como reaparelhamento da infraestrura, aumento da frota, compra de materiais de logística, armamento das corporações, concursos públicos para a contratação de novos policiais e sobretudo o investimento na modernização administrativa e operacional. O Acre deve ser um dos poucos Estados da Região Norte a contar com um laboratório de DNA criminal. O governador eleito Tião Viana já afirmou que a questão da segurança será uma das maiores prioridades de seu mandato, com especial atenção ao combate do tráfico nas fronteiras do Acre.

Depois da segurança pública, as atenções foram voltadas para a educação e cultura. A secretária Maria Corrêa destacou a padronização das escolas de toda a rede pública de ensino e deu ênfase a três eixos temáticos: acesso, gestão e qualidade. O ensino fundamental saiu de 90 mil alunos em 2006 para 98 mil atendidos em 2009. Crescimento na oferta de vagas também visualizado no ensino médio, que atendia 29 mil jovens em 2006 e no ano passado ofereceu mais de 32 mil vagas. De 2007 a 2009 a secretaria também investiu cerca de R$ 119 milhões na ampliação e reformas de escolas e outras 41 foram construídas no período de 2008 a 2010. Ações e programas que levam o ensino para os locais mais isolados do Estado - ensino indígena, rural, redução na taxa de analfabetismo, formação e valorização do magistério - também ganharam atenção. Até 2011 os programas de formação realizados pela educação vão habilitar aproximadamente 10 mil professores.

Todos esses números são significativos e fizeram a educação no Acre dar um salto gigantesco - da última posição ocupada em 1998 no ranking entre todos os Estados brasileiros, o Acre passou a ocupar a 7ª posição em 2009 no Indice de Desenvolvimento da Educação Básica – ensino fundamental.

Por último foram os números apresentados pela Fundação Elias Mansour, responsável pela cultura. O presidente da FEM, Daniel Zen, apresentou a reforma dos marcos legais da cultura, a criação da rede acreana de cultura, gestão de pessoas e toda a infraestrutura de responsabilidade de sua pasta. De acordo com o instituto Amerê Coletivo de São Paulo, o Acre ocupa o 2º lugar entre os estados brasileiros em investimento em cultura nos anos de 2008 e 2009. Zen ressaltou o aprimoramento da gestão, o funcionamento dos conselhos de cultura e as conferências realizadas em todas as cidades acreanas, que resultaram na primeira conferência estadual e garantiram uma gestão participativa de toda a sociedade.

Fonte: Jornal página 20 com informações da assessoria

 

Mais Sobre Polícia

17ª em ação na Fronteira: Operação Curaretinga vai além da luta contra crimes ambientais e tráfico

17ª em ação na Fronteira: Operação Curaretinga vai além da luta contra crimes ambientais e tráfico

Em parceria com diversos órgãos federais e estaduais, a 17ª Brigada de Infantaria de Selva (17ª Bda Inf Sl) desencadeou a Operação Curaretinga (Castan

Operação “Julius Caesar” da Polícia Federal sequestra duas fazendas avaliadas em R$ 278 milhões em Rondônia

Operação “Julius Caesar” da Polícia Federal sequestra duas fazendas avaliadas em R$ 278 milhões em Rondônia

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (9), a Operação “Julius Caesar”, visando o combate a grilagem de terras no Estado de Rondôni