Porto Velho (RO) sexta-feira, 4 de dezembro de 2020
×
Gente de Opinião

Polícia

Gov mantém peração de carnaval no JP II


Segundo informações do secretário da Sesau, Williames Pimente, na última segunda-feira (11), o secretário adjunto, Luiz Eduardo Maiorquin e o diretor geral do Hospital de Base, Luiz Antônio Aciolly, estiveram no Pronto Socorro para verificar de perto a situação de uma das maiores unidades de Saúde do Estado. “Apesar do período carnavalesco, onde há um aumento natural no número de ocorrências, a unidade segue trabalhando dentro da normalidade. Não existem pacientes no chão, todos que chegam são acomodados e atendimentos prontamente. Estão em processo de remoção para o HB 18 pacientes.”

Desde o início da operação de carnaval, até a manhã de ontem (11), período em que desfilaram pela Capital vários blocos, incluindo a Banda do Vai Quem Quer, considerada a maior da região norte, o Pronto Socorro realizou 342 atendimentos, dos quais, 49 vítimas de acidentes de trânsito. Os motociclistas continuam liderando os índices, envolvidos em cerca de 76% das ocorrências.

De acordo com o diretor geral do João Paulo II, coronel Carlos Caieiro, por se tratar de um fim de semana de carnaval, a unidade foi preparada para o aumento do fluxo de pacientes. “Sabemos que os excessos cometidos no carnaval são os grandes responsáveis pelas ocorrências. Mas a boa notícia é que, até o momento, comparado ao mesmo período do ano passado, houve uma queda de 60% nos atendimentos às vítimas do trânsito”.

“Apesar de ainda ser um número alto, essa queda no número de vítimas é positiva, haja vista que as festividades de carnaval geralmente são marcadas por exageros”, destacou Carlos Eduardo, diretor executivo do João Paulo-II. Segundo ele, o rigor da Lei Seca, a fiscalização contínua da Companhia Independente de Trânsito da Policia Militar, em conjunto com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran), contribuiu expressivamente para essa redução.

Dados

Apesar da queda no número de vítimas do trânsito atendidas na unidade, houve um aumento significativo nas várias formas de violências como baleados, esfaqueadas e agressões físicas. Até o momento, foram registrados 54 procedimentos ortopédicos, 25 quedas, 13 ferimentos por arma branca, 13 agressões físicas, nove por arma de foto, sete acidentes de trabalho, dentre outros.

No centro cirúrgico foram realizadas 28 cirurgias, a maioria para atender as vítimas do trânsito, baleados e esfaqueados. Dois óbitos foram registrados, sendo um por traumatismo craniano (acidente motociclístico) e um por ferimento por arma de fogo.

Ainda de acordo com as estatísticas da unidade, 51 pacientes passaram por avaliação do cirurgião geral, 21 foram encaminhados a especialistas, 95 receberam atendimentos na clínica médica e três foram encaminhados ao setor de psiquiatria do Hospital de Base.

Fonte: Decom

 


 

Mais Sobre Polícia

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

O 5º Batalhão de Polícia Militar de Rondônia (5º BPM – Batalhão Belmont) realiza, nesta sexta-feira (23), às 19h, a formatura militar alusiva ao seu

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Na manha de hoje (21), a Polícia Rodoviária Federal participou da Operação Arinna, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime O