Porto Velho (RO) domingo, 29 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Polícia

Criminosos que invadiram hotel no Rio de serão tranferidos para Rondônia




Pedido foi feito pelo governador Cabral; transferência deverá ser feita na terça-feira

Do R7

Os nove criminosos que foram presos no último sábado (21) após terem invadido o hotel Intercontinental, na zona sul, e feito 35 reféns, serão transferidos para o presídio federal de Porto Velho (RO) na terça-feira (24). O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro autorizou a transferência atendendo a um pedido do governador Sérgio Cabral (PMDB) nesta segunda-feira (23).

De acordo com a Secretraria de Segurança Pública do Rio de Janeiro, os presos serão encaminhados da peninteciária de Bangu IV diretamente para a capital de Rondônia. O processo ficará sob responsabilidade do DEPEN (Departamento Penitenciário Nacional).

Sérgio Cabral fez o pedido esta tarde durante um telefonema para o presidente do Tribunal de Justiça, Luiz Zveiter.

O R7 vem mantendo contato com a assessoria do governador para saber os motivos que levaram Cabral a pedir a transferência dos criminosos mas ainda não obteve resposta.

Entenda o caso

A invasão ao hotel Intercontinental ocorreu após a PM ter feito um cerco em um grupo de traficantes que saía de uma festa no morro do Vidigal com direção à Rocinha. Os bandidos estavam em vans, carros e motocicletas, fortemente armados. O grupo esta escoltando o líder do tráfico na favela da Rocinha, Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, que estava na mesma festa.

Houve intenso tiroteio. Quatro policiais ficaram feridos e uma mulher, que estava entre os criminosos, morreu. Ela tinha envolvimento com o tráfico de drogas, segundo investigações.

Após o tiroteio, para fugir da PM, os bandidos invadiram o hotel Intercontinental e fizeram 35 reféns – entre funcionários e hóspedes. Os criminosos se entregaram após negociação com o Bope (Batalhão de Operações Especiais). Ninguém ficou ferido. Com eles, foram recolhidos oito fuzis, cinco pistolas, munição, granadas e radiocomunicadores.

O hotel foi ocupado pelo Bope, que realizou uma vistoria em todos os 418 quartos para verificar se ainda havia algum criminoso no local. Somente à noite o hotel voltou ao funcionamento normal.

Um outro traficante que participou do tiroteio foi preso pela PM na noite de sábado no hospital Getúlio Vargas, na Penha, zona norte, após usar uma ambulância para fugir da Rocinha. Ele permanece no hospital e ainda não deve ser transferido para o presídio.

O hotel foi ocupado pelo Bope, que realizou uma vistoria em todos os 418 quartos para verificar se ainda havia algum criminoso no local. Somente à noite o hotel voltou ao funcionamento normal.

Mais Sobre Polícia

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

O 5º Batalhão de Polícia Militar de Rondônia (5º BPM – Batalhão Belmont) realiza, nesta sexta-feira (23), às 19h, a formatura militar alusiva ao seu

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Na manha de hoje (21), a Polícia Rodoviária Federal participou da Operação Arinna, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime O