Porto Velho (RO) terça-feira, 14 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Polícia

Corpo de Bombeiros promove dez sargentos...


Durante solenidade de comemoração ao Dia Nacional dos Bombeiros foram promovidos dez sargentos do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia, hoje, 2, em Porto Velho. O evento também agraciou 60 pessoas com a medalha Dom Pedro II e o governador de Rondônia, Ivo Cassol, recebeu a espada do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Rondônia.

De acordo com o comandante do CBM, cel. Nunes, em todo a história do Brasil esta é a segunda vez que um governador recebe tal homenagem. "Ivo Cassol merece receber a espada de nosso comando, pois tem se preocupado imensamente com a nossa corporação e oferecido apoio irrestrito para que possamos realizar um bom trabalho em prol da comunidade", declarou cel BM Nunes.

Outro fato que merece ressalva, uma vez que se torna outro marco para a história de Rondônia, segundo o diretor adjunto da Polícia Civil, Deraldo Scatalon, foi que esta é a primeira vez que três delegados da Polícia Civil de Rondônia recebem a medalha Dom Pedro II, numa mesma cerimônia.

"Atualmente, o Corpo de Bombeiros conta com o efetivo de 392 bombeiros, está em formação mais 96 bombeiros e com a promoção dos dez sargentos agora a corporação passa a contar com 78 sargentos", explicou o secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), tenente-coronel PM Evilásio Sena.

A solenidade transcorreu da seguinte forma: primeiro foram prestadas as honras militares ao governador, depois a tropa foi apresentada e foi cantado o Hino do Soldado de Fogo, aconteceu a leitura da ordem do dia e a entrega da condecoração, logo após foi feita a leitura da portaria de promoção dos sargentos e para finalizar as autoridades presentes fizeram suas declarações.

Dentre as 60 pessoas agraciadas com a medalha Dom Pedro II, cabe-se destacar a homenagem feita ao secretário interino da Sesdec, Cezzar Pizzano, ao assessor da Sesdec, major Marcio Ângelo Pinto e ao delegado do Grupo de Investigação e Captura (GIC), Jeremias Mendes.

Fonte: Érica Ferreira
 

Mais Sobre Polícia