Porto Velho (RO) sábado, 16 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Polícia

Apreendido mais de mil litros de combustível em G.Mirim


Na última quinta-feira, 12, por volta das 6h20, o Serviço de Inteligência e o Grupo de Operações Especiais do 6º BPM (Guajará-Mirim), apreenderam aproximadamente 1.080 litros de gasolina e oito botijas de gás cheias, contrabandeados da Bolívia.

O Serviço de Inteligência levantou através de investigações anteriores, que haveria o contrabando de uma grande quantidade de combustível do país vizinho para o Brasil. O G.O.E. de posse dessas informações, localizou armazenado nas residências de Antônio Marcos da Silva (25) e de Genilson Mejias Valente (19), situadas na avenida Constituição no bairro do Triângulo a gasolina e as botijas de gás. Diante dos fatos os combustíveis foram apreendidos e entregues na Receita Federal para as devidas providências.

Em contato com a chefia da Receita Federal, foi informado que esta prática de crime está se tornando quase que rotineira nesta área da fronteira, e mesmo com o trabalho de fiscalização da Receita em conjunto com as polícias, o índice de contrabando de combustível vem aumentando.

O Inspetor da Receita Federal, alertou para o grande risco de acidentes que estão correndo as famílias que armazenam estes combustíveis em suas casas, alem de estarem cometendo um ato delituoso. A informação é do sargento PM Nobre, em Guajará-Mirim.

Fonte: Lenilson Guedes

Mais Sobre Polícia

Operação ARTICULATA combate corrupção na Prefeitura de Candeias do Jamari

Operação ARTICULATA combate corrupção na Prefeitura de Candeias do Jamari

A Polícia Civil do Estado de Rondônia, por intermédio da Delegacia de Combate à Corrupção – DECOR, deflagrou na manhã desta sexta-feira(15) mais uma o

Servidores de fiscalização da Sefin recebem ameaças de morte em Guajará-Mirim

Servidores de fiscalização da Sefin recebem ameaças de morte em Guajará-Mirim

Auditores Fiscais e Técnicos Tributários de Rondônia que exercem funções de fiscalização no Posto Fiscal de Guajará-Mirim estão recebendo ameaças de