Porto Velho (RO) terça-feira, 19 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Eleições 2018

Virtual ministro da educação de Bolsonaro, general quer 'repressão democrática' nas salas de aula


Virtual ministro da educação de Bolsonaro, general quer 'repressão democrática' nas salas de aula  - Gente de Opinião

247 - O virtual ministro da educação do candidato à presidência Jair Bolsonaro, general Aléssio Ribeiro Souto, diz que "é muito forte a ideia" de se fazer extensa revisão dos currículos e das bibliografias usadas nas escolas para evitar que crianças sejam expostas a 'ideologias e conteúdo impróprio' - sic. Ele propõe a ideia de que professores exponham a "verdade" sobre o "regime de 1964", narrando, por exemplo, mortes "dos dois lados".

A reportagem do jornal O Estado de S. Paulo destaca que o "ex-chefe do Centro Tecnológico do Exército, foi chamado a coordenar debates de ciência e tecnologia, mas acabou acumulando educação 'por afinidade'. Contrário à política de cotas, defende a 'prevalência do mérito' e diz que, se a ideia for aceita por Bolsonaro, serão estudadas medidas 'não traumáticas' para substituir as regras. 'Querem atribuir a Bolsonaro condição ditatorial. É chamado até de nazista. É mentira deslavada', disse."

Sobre a remuneração dos professores, o general afirma: "a remuneração é quinto ou sexto tópico a se considerar. Pagar muito bem é uma absoluta impossibilidade agora. Antes disso, precisa do discurso de que magistério é importante. Os professores que estão aí precisam começar a acreditar que são importantes, porque hoje ninguém quer ser professor. Discurso, formação, aperfeiçoamento dos que já estão aí, resgate da autoridade do professor. Depois dos pais, tem de ter a ideia de que, em segundo lugar, reverenciamos professores. É absolutamente inaceitável a agressão ao professor. Isso tem de ser reprimido".

O general aprofunda sua visão de como reprimir alunos em sala de aula: "dentro dos meios democráticos e legais. Aquele que ameaçar agredir o professor, que dirigiu a palavra mal dita para o professor, tem de haver repressão. Democrática".

E sobre o conceito inusitado de 'repressão democrática', ele afirma: "tem de ser retirado da sala. E, se agredir, polícia. Vai a polícia, leva as crianças e atua naquele que agrediu fisicamente através do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) para os menores. E, para os adultos, polícia pura e simples. Delegacia. Não pode haver dúvida quanto a isso".

Mais Sobre Eleições 2018

Sindafisco elege nova diretoria nesta quinta-feira, 8/11

Sindafisco elege nova diretoria nesta quinta-feira, 8/11

Nesta quinta-feira, 8 de novembro, acontecerá a votação para eleger a nova diretoria do Sindicato dos Auditores Fiscais de Tributos Estaduais de Ron

Bolsonaro detona Folha no Jornal Nacional

Bolsonaro detona Folha no Jornal Nacional

Presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) atacou a Folha de S. Paulo nesta segunda-feira, 29, em entrevista ao Jornal Nacional; em discurso acalorado, Bo