Porto Velho (RO) domingo, 17 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Eleições 2018

Removido, vídeo sobre kit anti-homofobia só causou confusão na corrida presidencial


Removido, vídeo sobre kit anti-homofobia só causou confusão na corrida presidencial - Gente de Opinião

O ministro Carlos Horbach, do Tribunal Superior Eleitoral, mandou remover seis vídeos publicados nas redes sociais de Jair Bolsonaro. Neles, o candidato do PSL à Presidência mente sobre a distribuição pelo Ministério da Educação do kit anti-homofobia, chamado pelo presidenciável de "kit gay", o que jamais ocorreu. Fernando Haddad, do PT, foi ministro da pasta.

Na decisão, o ministro concluiu que o vídeo "gera desinformação no período eleitoral, com prejuízo ao debate político".

Segundo ele, é notório que o projeto 'Escola sem Homofobia' não chegou a ser executado pelo ministério, o que leva à necessária conclusão de não ter havido "distribuição do material didático a ele relacionado".

O kit foi idealizado em 2012 como uma cartilha para auxiliar professores a trabalhar o tema da diversidade sexual em sala de aula. Acabaou cancelado após pressão de grupos religiosos e parlamentares, a exemplo de Bolsonaro.

No total, os advogados de Haddad pediram ao TSE a remoção de 42 links relativos ao tema, mas o ministro mandou retirar do ar apenas seis, justamente aqueles em que Bolsonaro relata a suposta distribuição do material.

Nos vídeos, Bolsonaro mente ao dizer que o livro "Aparelho Sexual e Cia - um guia inusitado para crianças descoladas" foi distribuído pelo MEC nas escolas. A pasta nega ter incluído a obra em sua relação de livros didáticos. A obra foi adquirida pelo Ministério da Cultura, mas, segundo a pasta, destina-se a bibliotecas de uso geral.

O candidato do PSL afirma nos vídeos que o livro é "coletânea de absurdos que estimula precocemente as crianças a se interessarem por sexo. É uma porta aberta para a pedofilia".

"O que o governo de Dilma Rousseff faz? Compra centenas de milhares desses livros e distribui para as escolas. É uma grana para os companheiros e fica pervertendo seus filhos em sala de aula", completa o deputado em outro trecho.

Em entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo, no primeiro turno, Bolsonaro chegou a levar o livro "Aparelho Sexual e Cia" como suposta prova de que o PT distribuiu um "kit gay" nas escolas.

Mais Sobre Eleições 2018

Sindafisco elege nova diretoria nesta quinta-feira, 8/11

Sindafisco elege nova diretoria nesta quinta-feira, 8/11

Nesta quinta-feira, 8 de novembro, acontecerá a votação para eleger a nova diretoria do Sindicato dos Auditores Fiscais de Tributos Estaduais de Ron

Bolsonaro detona Folha no Jornal Nacional

Bolsonaro detona Folha no Jornal Nacional

Presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) atacou a Folha de S. Paulo nesta segunda-feira, 29, em entrevista ao Jornal Nacional; em discurso acalorado, Bo