Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Eleições 2018

Principais candidatos desistem do debate da Unir e pequenos aproveitam


Principais candidatos desistem do debate da Unir e pequenos aproveitam - Gente de Opinião

Sem Acir, Expedito e Maurão, candidatos que ficaram fora dos debates da televisão aproveitam para divulgar propostas em debate da UNIR

Cinco candidatos ao governo do estado de Rondônia participaram na noite desta segunda-feira  (10) do debate realizado pelos alunos de direito da Universidade Federal de Rondônia (UNIR)! Expedito Junior (PSDB), Acir Gurgacz (PDT) e Maurão de Carvalho (MDB), não compareceram para o encontro tradicional dos estudantes universitário. “Lamentável né. Isso tudo aqui é muito sério. Eles te que ver que nós somos eleitores responsáveis e por isso queríamos ouvir deles o que vão fazer por nós”, relatou a estudante do curso de direito Evelyn Cavalcante. Janaina Coimbra, estudante de psicologia , disse que ficou decepcionada com os que não vieram. Eles devem imaginar que não temos expressão nas urnas, ou que somos insignificantes e por isso não merecemos ouvir deles as propostas para mudar nosso estado, desabafou a estudante.

O debate durou 2 horas e 15 minutos. Participaram os candidatos a governador Pimenta de Rondônia (PT), Comendador Valclei Queiroz (PMB), Coronel Charlon (PRTB ), Pedro Nazareno (PSTU) e Vinícius Miguel (REDE). Somos muito gratos pela presença dos que vieram, pois apresentaram propostas e não tiveram medo de responder as nossas perguntas, afirmou João Carlos Dias, estudante da universidade que estava na plateia. Outro estudante, Juliano Vicentini Ramos, disse que gostou do debate. “Os caras vieram e deram o recado deles, quem perdeu foi os que tiveram medo de ficar cara a cara com a gente, relatou.
 
Durante o encontro, os candidatos apresentaram propostas sobre, por exemplo, segurança pública; transporte; emprego, educação, entre outros temas. O debate foi dividido em 3 blocos:

Conheça abaixo as respostas dos candidatos à pergunta "Qual a sua proposta para garantir a segurança do povo de Rondônia?".


Coronel Charlon (PRTB)

"Primeiro item importante: tecnologia, inovação, modernidade, inteligência, isso é essencial para a policia civil, para a polícia militar. Um segundo ponto importante é a valorização dos policiais e agentes penitenciários. Vamos equipar melhor nossa policia. Me perguntaram- se vou garantir a segurança dos LGBTS, e quero que eles saibam, que vou garantir que nossa policia esteja preparada para defender todo e qualquer cidadão do nosso estado. Quando eu for governador, será prioridade garantir a segurança de todos”, disse.


Vinícius Miguel (REDE)

“Inteligência policial, inteligência na polícia, apostar e investir na inteligência; combater a lavagem de dinheiro”.


Pimenta de Rondônia (PT)

"Essa questão da segurança pública, eu encaro com muita seriedade e preocupação. Estamos com um grande projeto para reestruturação das polícias. As policias precisam trabalhar juntas".

 
Comendador Valciclei  Queiroz (PMB)

Inteligência é a melhor solução para enfrentar o tema do combate ao crime organizado no estado de Rondônia. E é preciso proteger os nossos jovens para que eles não sejam cooptados pelo o crime.


Pedro Nazareno (PSTU)

Segurança pública é o que de melhor temos a oferecer. Nós temos ações concretas, como fortalecimento das polícias, tanto civil.

 
No Primeiro bloco

No primeiro bloco, cada candidato fez  pergunta para o adversário para responder, havendo direito a réplica e a tréplica. Houve duas fases, para que cada candidato pudesse escolher, por duas vezes, a quem destinaria a sua pergunta.

O tema foi: educação; e cada um pode falar sobre suas propostas.

 
No segundo bloco

Cada candidato recebeu tempo de três minutos para falar de projetos que pretendem implantar para melhorar a vida do rondoniense.
 

No terceiro bloco

Coronel Charlon (PRTB)

"Quero ser governador de Rondônia para contribuir para um estado menor, mais eficiente, transformador, para poder oferecer à população sobretudo a mais carente, melhor educação, melhor saúde e transporte popular. E principalmente na área de segurança pública. Melhorar a segurança e agir com rigor. Polícia na rua; bandido na cadeia. Menor burocracia. Um estado menor vai proporcionar a vinda de mais investidores e mais investidores vão se transformar em mais empregos e mais oportunidades. E é exatamente utilizando a minha experiência como empresário que farei isso em favor de Rondônia, trazendo novos investidores onde eu incluo o setor do agronegócio, um dos mais produtivos do mundo está em Rondônia gerando empregos e oportunidades. E também oferecendo menos impostos, chega de impostos, vamos reduzir os impostos no estado de Rondônia."

Comendador Valciclei Queiroz (PMB)

“Procurei aqui hoje apresentar nossas propostas, nos [fazer] conhecer pelo nosso eleitorado. Dizer claramente que sou o candidato do Partido da Mulher Brasileira com muito orgulho. E como governador vamos fazer muito por Rondônia. Ou seja, gerar empregos e oportunidade, para educação, para a cultura, para a saúde. Vamos transformar o estado de Rondônia, especialmente gerando oportunidades para a nossa juventude, para as mulheres, proteção aos negros e negras. Vamos fazer o estado de Rondônia presente na vida dos presentes, que é o que importa, especialmente a partir do emprego, porque você tendo emprego você pode planejar a tua vida.
 
Pedro Nazareno (PSTU)


"A política vai muito mal, eu sei disso, mas peço a vocês que não desistam. Porque podemos virar esse jogo. Sou um professor que não desistiu, e por isso estou me candidatando. Nós vamos escrever uma nova história em Rondônia. Comecei meu trabalho como atleta representando o nosso estado na seleção brasileira, trabalhei como professor, gestor de órgãos públicos no estado e fui sindicalista. Estou preparado para governar ara todos os rondonienses”.

Pimenta de Rondônia (PT)

"Quero ser governador de Rondônia para melhorar a qualidade de vida de quem mora nesse estado. Termos segurança de verdade, e termos o escola onde as crianças frequentam e aprendam, professores que sejam respeitados, quero que a saúde pública respeite aqueles que dependam, aqueles que precisam do seu bom atendimento. Quero ser governador para gerar empregos em Rondônia, e isso eu conheço. Trazer novas empresas, estimular a formação técnica, estimular os investimentos no agronegócio, na indústria, no comércio, nos serviços. Quero ser governador para respeitar os idosos, as mulheres. Eu posso garantir a vocês que se for vontade de Deus e decisão dos eleitores, eu garanto a vocês que ninguém vai se arrepender.

Vinìcius Miguel (REDE)

"Trago comigo uma história muito parecida com a sua, com o povo de Rondônia, que sabe as dificuldades de se viver nesse estado. Quero ser o governador que traz a memória daqueles que querem uma vida melhor, que batalham todos os dias, que lutam por isso. Rondônia precisa de um novo olhar sobre os seus problemas. Rondônia, o nosso estado, vem sendo governado há 20 anos pelos mesmos partidos. É preciso fazer uma mudança, mas que essa mudança seja profunda, seja verdadeira, e que tenha a nossa cara. Não podemos levar projetos fantasiosos. Precisamos ter a honestidade, a sinceridade de quem quer governar para mudar de fato a vida do povo. Me coloco como candidato para mudar profundamente a vida do nosso estado."

Galeria de Imagens

Mais Sobre Eleições 2018

Sindafisco elege nova diretoria nesta quinta-feira, 8/11

Sindafisco elege nova diretoria nesta quinta-feira, 8/11

Nesta quinta-feira, 8 de novembro, acontecerá a votação para eleger a nova diretoria do Sindicato dos Auditores Fiscais de Tributos Estaduais de Ron

Bolsonaro detona Folha no Jornal Nacional

Bolsonaro detona Folha no Jornal Nacional

Presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) atacou a Folha de S. Paulo nesta segunda-feira, 29, em entrevista ao Jornal Nacional; em discurso acalorado, Bo