Porto Velho (RO) domingo, 19 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Eleições 2018

Com economia desorganizada, próximo governo herda gasto extra de R$ 42 bilhões


Com economia desorganizada, próximo governo herda gasto extra de R$ 42 bilhões  - Gente de Opinião

 247 - Depois da devastação gerencial e técnica da economia pós golpe, a herança que vai se configurando para o próximo governo não é 'maldita', é 'terrificante'. Aumentos do poder judiciário e reajustes de outras categorias se somam a um cenário de desemprego e já provocam um desequilíbrio inédito nas contas públicas do país. O rombo inicial que o novo governo herdará é da ordem de R$ 42 bilhões.

"O reajuste do Judiciário, definido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), é mais um elemento explosivo para as contas públicas. Somando o aumento dos juízes, os reajustes de outras categorias de servidores e o efeito do repique inflacionário sobre o salário mínimo —que serve de base para corrigir pensões, aposentadorias e benefícios— o novo governo recebe em 2019 uma conta extra de R$ 42,1 bilhões. O valor equivale a 71% dos R$ 59,3 bilhões permitidos como despesas adicionais no próximo ano, segundo a regra do teto de gastos. Sobrariam R$ 17,2 bilhões para todos os outros gastos —de saúde e educação a investimentos públicos. Em outras palavras, o gasto praticamente bateu no teto.

A conta de salários inclui o reajuste de ministros do STF e seus efeitos sobre todo o Poder Judiciário (na esfera federal), caso aprovado, de R$ 1,4 bilhão, segundo estimativas das consultorias da Câmara e do Senado.  Nesta quarta-feira (8), o STF aprovou uma proposta de reajuste de 16,38%— o que significa uma alta de dois dígitos já descontada a inflação—, o que levará os salários dos ministros a R$ 39,3 mil.  Os gastos incluem ainda a folha de pessoal ativo e inativo prevista no PLOA (Projeto de Lei Orçamentária) em elaboração, no valor de R$ 26 bilhões. Esse número inclui o aumento já prometido aos servidores federais, estimado em R$ 7 bilhões e que o governo busca postergar para 2020."

Leia mais aqui.

Veja Mais

Mais Sobre Eleições 2018

Beni Andrade cobra respostas dos candidatos, para o mundo real (VÍDEO)

Beni Andrade cobra respostas dos candidatos, para o mundo real (VÍDEO)

Dinossauros da SICTV debatem a política brasileira

Ex-ministro da Justiça Brasil não pode violar tratados e Lula é candidato - Por  Eugênio Aragão

Ex-ministro da Justiça Brasil não pode violar tratados e Lula é candidato - Por Eugênio Aragão

As instituições do estado brasileiro sempre tiveram uma relação de amor e ódio com o direito internacional. Por um lado, a aristo-burocracia que as po

Expedito Junior diz que não se permitirá ser governo da mesmice

Expedito Junior diz que não se permitirá ser governo da mesmice

Em evento repleto de servidores, produtores, empresários, lideranças políticas e comunitárias, Expedito lançou sua campanha em Ariquemes

Dodge se cala sobre ordem da ONU para que Lula dispute a eleição

Dodge se cala sobre ordem da ONU para que Lula dispute a eleição

Em seus anos de atuação no Ministério Público Federal, a atual procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defendeu a primazia de tratados internaci