Sábado, 25 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Opinião

Um homem chamado Drauzio


 

Se alguém sair às ruas hoje e pedir a qualquer cidadão para elencar o nome de cinco personalidades pelas quais tenha admiração e respeito, é certo que em 100% das respostas constará nesse quinteto o nome do Dr. Drauzio Varella. Aos 66 anos de idade, esse médico paulistano tornou-se um dos homens indispensáveis à nação e com o qual temos enorme dívida. Muitos são os aplausos que ele recebe diariamente, mas certamente não são suficientes pelo tamanho de seu legado ao nosso Brasil.

Tornar-se um referencial não é uma tarefa fácil e, na maioria das vezes, exige o trabalho e dedicação de toda uma vida. Assim o fez Dr. Drauzio. Basta um olhar ligeiro pela estrada por ele trilhada e veremos que a arte nata do educador é uma constante em seus caminhos. Começou como professor de cursinhos e já na década de 70 atuava como mestre na área de moléstias infecciosas do Hospital do Servidor Público de São Paulo e por duas décadas foi diretor do serviço de imunologia do Hospital do Câncer. Sem fronteiras, lecionou nos Estados Unidos, na Suécia e no Japão.

Em 1986 iniciou uma incrível jornada por emissoras de rádio visando esclarecer a população sobre o tratamento e a prevenção da AIDS. Como um dos pioneiros no estudo dessa doença no Brasil, estabeleceu um divisor de águas ao lançar luz sobre um assunto tão delicado e que na época ainda era grande tabu. Três anos depois, em 1989, com grande coragem e ousadia, abriu os portões da Casa de Detenção do Carandiru para realizar um pesquisa sobre o HIV na população carcerária e, por extremas sensibilidade e dedicação à profissão, acabou atuando como médico voluntário até a desativação do presídio, em 2002. Dessa experiência resultou seu premiado livro “Estação Carandiru”, que logo depois ganhou uma versão para o cinema com sucesso absoluto de crítica e público.

Já muito conhecido no meio acadêmico, iniciou uma prestigiosa missão na TV brasileira que o popularizou em definitivo. Seus quadros na área de Saúde vão muito além da mera informação. Com ele aprendemos de forma simples, clara e objetiva o que realmente interessa sobre tabagismo, primeiros socorros, gravidez e obesidade. Seu último grande intento foi uma minuciosa série sobre os transplantes no Brasil. Muito mais que um breve diagnóstico sobre assunto, Dr. Drauzio produziu um documentário histórico e esclarecedor, um verdadeiro e importante serviço de utilidade pública.

Passeando com maestria entre a sensibilidade e a responsabilidade, este homem é o grande responsável pela melhor compreensão da Saúde no Brasil e já tornou-se muito maior que seu próprio nome ou imagem. Ele poderia ser apenas um homem chamado por um nome pouco habitual. Mas ele é Drauzio Varella, um admirável brasileiro.

HELDER CALDEIRA - Articulista Político
[email protected]


Gente de OpiniãoSábado, 25 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Prometer e não cumprir é o esporte preferido de muitos políticos

Prometer e não cumprir é o esporte preferido de muitos políticos

Por mais que nos esforcemos para acreditar no que dizem alguns políticos, não adianta, com o tempo, eles próprios se encarregam de nos lembrar que f

Entre a ilusão e a realidade, brilha a verdadeira vida

Entre a ilusão e a realidade, brilha a verdadeira vida

Era uma vez uma mulher chamada Maria que passava grande parte da sua vida entre o adormecer e o acordar. Nos seus sonhos, Maria encontrava mundos

Eita, que cara sortudo esse Zé Dirceu!

Eita, que cara sortudo esse Zé Dirceu!

A persistência é uma das qualidades que eu mais admiro no ser humano. Tem gente que não desiste de jeito nenhum de lutar por seus ideiais, ainda que

Pentecostes é o Dia do Espírito Santo

Pentecostes é o Dia do Espírito Santo

Pentecostes é a festa do Espírito Santo, que em termos hodiernos se poderia também dizer que é a festa em que se celebra a proclamação da democrat

Gente de Opinião Sábado, 25 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)