Porto Velho (RO) terça-feira, 15 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Rondônia

O inferno da opção pela transposição

Um vexame o atendimento dos que são contemplados pela transposição. Da forma como anda muitos terão que entrar na Justiça para ter seus direitos.


O inferno da opção pela transposição  - Gente de Opinião

O presidente Jair Bolsonaro (PSL), assinou o Decreto de Transposição dos Servidores Públicos do Estado de Rondônia, no dia 04 de junho. Um ato importante que parecia uma vitória nesta luta que vem sendo travada há vários anos e que, de fato, é uma “dívida histórica” do Governo Federal com esses servidores, que são os verdadeiros desbravadores do estado de Rondônia. O Decreto garantia a transposição dos servidores que ingressaram no serviço público estadual até março de 1987. Porém, o que está se vendo é que os pretensos contemplados estão passando por um verdadeiro corredor de horrores pelo prazo que foi dado a eles de apenas um mês. Muitos já se encontram fora de Rondônia e se mobilizaram para pegar documentos que são exigidos ou mesmo mandar procuração para uma pessoa amiga em Porto Velho.

Atendimento insuficiente é um desrespeito às pessoas

Tanto esforço pode não dar em nada, de vez que tem pessoas que estão a mais de quatro dias tentando entregar os documentos sem conseguir. São centenas de pessoas no prédio da antiga Gerência Regional de Administração do Ministério da Fazenda tentando inutilmente serem atendidos. Muitos armaram barracas e pessoas que chegaram às cinco horas da manhã não foram atendidas. Mesmo tendo mais de 65 anos. Verdade seja dito estão dando atenção aos com mais de 70 anos ou com evidentes problemas físicos, mas, a grande maioria das pessoas entra em listas intermináveis. Nesta terça-feira eram mais de 200 listados pela pessoa responsável cerca de 09:00 horas e não tinham sido atendidos ainda nenhum. O mostrador de senha está quebrado e uma senhora pega os nomes, que diz ser de controle dela, porém, ninguém sabe quando, nem como será chamado. No dia 01 de julho pessoas que chegaram às cinco horas entraram na lista e até às 18:00 horas não haviam sido atendidas porque “o sistema estava fora do ar”! E, hoje, foi feita outra lista sem atenção aos interessados que foram informados que a lista seria mantida, mas, segundo eles o sistema voltou depois das 18:30 horas e atenderam pessoas. As pessoas se amontoam e alguns saíram porque passaram mal. Há muitas pessoas de mais de 60 anos que nem conseguem se sentar e os funcionários, que também são humanos, perdem a paciência por causa do calor, do burburinho e da insatisfação reinante. A pergunta que fica é se deram um prazo tão curto para negar o direito e por que não se prepararam para atender condignamente as pessoas. 

Galeria de Imagens

Mais Sobre Rondônia

Engenheiros e arquitetos debatem inspeção predial nesta terça-feira, na sede da Fiero

Engenheiros e arquitetos debatem inspeção predial nesta terça-feira, na sede da Fiero

O evento começará às 15h e será aberto pelos presidentes do CREA-RO, engenheiro florestal Carlos Alberto Xavier, e do Conselho de Arquitetura e Urba

ExpoPorto é lançada em Porto Velho com expectativa de resgatar a cultura da festa agropecuária

ExpoPorto é lançada em Porto Velho com expectativa de resgatar a cultura da festa agropecuária

No aniversário de 105 de  Porto Velho, quem ganhou o presente foi a população, com a abertura a primeira edição da Exposição Agropecuária Festa Te

Governo de Rondônia entrega equipamentos para fomento do setor produtivo e se projeta como destaque econômico no cenário nacional

Governo de Rondônia entrega equipamentos para fomento do setor produtivo e se projeta como destaque econômico no cenário nacional

O trabalho integrado e firme para projetar Rondônia como estado referência no cenário nacional onde é bom se viver e trabalhar foi destacado pelo

Rondônia - Até 70% dos pacientes no Ambulatório de Trauma Ortopédico do Estado são vítimas de acidentes de trânsito

Rondônia - Até 70% dos pacientes no Ambulatório de Trauma Ortopédico do Estado são vítimas de acidentes de trânsito

Com 1.296 consultas realizadas de 13 maio deste ano até o último dia 19, mais 596 procedimentos como retiradas de gesso ou troca, retirada de pont