Porto Velho (RO) terça-feira, 19 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Rondônia

Em Rondônia, mais de 4 mil famílias já receberam unidades habitacionais do MCMV este ano

olume de investimentos do Ministério do Desenvolvimento Regional no estado somam R$ 149,1 milhões desde janeiro. Obras geram cerca de 10 mil empregos


Em Rondônia, mais de 4 mil famílias já receberam unidades habitacionais do MCMV este ano - Gente de Opinião

O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, participou, nesta sexta-feira (18), da entrega de três conjuntos residenciais do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) em Porto Velho (RO). Ao todo, 2.287 unidades habitacionais da Faixa 1, voltada a famílias de baixa renda, foram inauguradas nos empreendimentos Orgulho do Madeira, Morar Melhor e Residencial Cristal da Calama I e II, beneficiando mais de 9 mil pessoas. Desde janeiro, 4.197 moradias foram entregues em Rondônia. Outras 3.612 unidades estão em construção.

 

Segundo Gustavo Canuto, os investimentos do Ministério do Desenvolvimento regional (MDR) no estado já somam R$ 149,1 milhões desde janeiro e geram cerca de 10 mil empregos. Do total, R$ 125 milhões foram aplicados no programa de habitação. “Na área de mobilidade, por exemplo, também temos cerca de R$ 12 milhões em obras de drenagem e pavimentação nos municípios de Ariquemes, Cacoal, Porto Velho e Vilhena, por toda a extensão da Rodovia BR 364. Rondônia está recebendo do Governo Federal um aporte considerável”, afirmou.

 

Ao entregar as chaves de imóveis a beneficiários em Porto Velho, Canuto destacou a importância de uma infraestrutura bem elaborada para que as famílias tenham qualidade de vida. Os conjuntos na capital rondoniense contam com pavimentação, iluminação pública, drenagem, urbanização e rede de energia elétrica, além de quadras poliesportivas e playground. “A gente defende muito no Ministério que não é só dar um teto, mas dar condição de moradia para que as pessoas possam viver bem. Isso envolve atividades diárias, como trabalhar, se locomover e ter segurança”, disse.

 

No Residencial Morar Melhor, foram entregues 816 unidades. Mais de 3,2 mil pessoas serão beneficiadas com casas de 42,90 m², avaliadas em R$ 62 mil. Já no Residencial Orgulho do Madeira foram inauguradas 496 moradias para a cerca de 1,9 mil pessoas. Cada unidade tem 42,90 m², com valor estimado em R$ 64 mil. Por fim, os conjuntos habitacionais Cristal da Calama I e II contemplaram cerca de 3,9 mil moradores e 975 unidades habitacionais entregues, com 41,94 m² de área e orçadas em R$ 67 mil, cada uma.

 

A diarista Sandra Maria de Menezes foi uma das que receberam a chave da nova casa. Até o final do mês, ela e outros cinco membros da família viverão no local. “Não existe presente melhor neste fim de ano. É um sonho realizado”, afirma. Para garantir a realização do sonho de outras milhares de famílias, o ministro Canuto disse que o MDR trabalha continuamente junto ao Ministério da Economia e a Casa Civil com o objetivo de garantir recursos para as obras do MCMV.

 

Desenvolvimento da região

 

O ministro Gustavo Canuto aproveitou a agenda em Porto Velho para fazer outros anúncios. Um deles foi que Plano Regional de Desenvolvimento Amazônia (PRDA) já foi entregue ao presidente Jair Bolsonaro e deverá ser encaminhado ao Congresso Nacional em seguida. Segundo ele, a proposta é essencial para que o MDR desenvolva sua missão de identificar o potencial das regiões e ampliá-los de forma que haja geração de riqueza para seus próprios habitantes. 

 

“É a primeira vez que isso acontece desde a que Constituição foi promulgada. Temos uma estratégia para a região Norte focada na biodiversidade e na bioeconomia. Aqui no estado de Rondônia, a gente sabe da riqueza mineral e florestal que precisa ser melhor explorada de forma responsável e sustentável, além das atividades que já estão aqui bem implantadas, como agropecuária”, detalhou.

 

O próximo desafio do PRDA é a obtenção de recursos e inseri-lo no Plano Plurianual. O objetivo é implantar as várias ações elaboradas junto com os governos, que indicaram seus programas prioritários. Constam no programa, segundo Canuto, obras de infraestrutura e melhorias específicas de atividades econômicas. “O Plano é bem detalhado”, comentou. 

 

Saneamento

 

O ministro citou também a conclusão do relatório do novo marco regulatório do saneamento básico e falou dos planos para o Norte e todo o País. Segundo ele, a região é prioritária para o Governo Federal. “Esse marco vai possibilitar investimentos privados para se chegar à universalização do saneamento. É um recurso que os governos não têm, e que a gente precisa contar com a iniciativa privada. Hoje só 6% do saneamento é de investimento privado. É preciso aumentar e há muito interesse das empresas nessa questão”, disse Gustavo Canuto.

Mais Sobre Rondônia

Resultados dos concursos de Redação e da Bandeira Oficial da Assembleia são homologados; veja vencedores

Resultados dos concursos de Redação e da Bandeira Oficial da Assembleia são homologados; veja vencedores

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB) e o 1º secretário da Mesa Diretora, deputado Ismael Crispin (PSB), que também preside a

Raniery Coelho reforça a importância da união em defesa do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac

Raniery Coelho reforça a importância da união em defesa do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac

O auditório do Senac Esplanada ficou lotado de colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac na tarde desta sexta-feira (08). O Presidente do Sistema

Governo de Rondônia define encaminhamentos para celeridade aos processos de transposição dos servidores do Ex-território

Governo de Rondônia define encaminhamentos para celeridade aos processos de transposição dos servidores do Ex-território

O Governo do Estado definiu como encaminhamentos a produção de um calendário para trabalhar junto aos Estados que estão em consenso com a mesma pa

Projeto em Cacoal atende 250 mulheres vítimas de violência

Projeto em Cacoal atende 250 mulheres vítimas de violência

Na noite do dia seis de novembro, reuniram-se os colaboradores do Projeto Mulheres de Fibra para apresentar os resultados das ações durante o ano.  O