Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Rondônia

Aumenta número de cidades rondonienses com influência em outros municípios


Aumenta número de cidades rondonienses com influência em outros municípios - Gente de Opinião
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, nesta quinta-feira (25), a pesquisa Região de Influência das Cidades (REGIC), referente ao ano de 2018. A pesquisa ocorre com intervalo de dez anos e tem o objetivo de identificar como as cidades relacionam-se entre si, através do deslocamento de pessoas em busca de bens e serviços (como serviços de saúde e estudo de nível superior) e pelas ligações entre sedes e filiais de empresas e instituições públicas multilocalizadas.
As cidades são divididas em cinco níveis: metrópoles, capitais regionais (A, B e C), centros sub-regionais (A e B), centros de zonas (A e B) e centro local. Em Rondônia, a cidade com maior hierarquia é o Arranjo Populacional de Porto Velho, que manteve o status de Capital Regional B entre 2007 e 2018. Porto Velho está na área de influência da metrópole Brasília, enquanto Rio Branco faz parte da área de influência de Porto Velho.
No último levantamento, pode-se verificar que duas cidades rondonienses se tornaram Capitais Regionais C: Cacoal (que ascendeu dois níveis, saindo de Centro Sub-Regional B em 2007) e Ji-Paraná (que era Centro Sub-Regional A). Também subiram de nível as cidades Ariquemes e Vilhena, que em 2007 eram consideradas Centros Sub-Regionais B e passaram a ser Centros Sub-Regionais A.
O relatório também apresenta que as cidades de Jaru e Rolim de Moura ascenderam de Centro de Zona A para Centros Sub-Regionais B. Guajará-Mirim, Ouro Preto do Oeste e Pimenta Bueno subiram dois níveis tornando-se também Centros Sub-Regionais B. Cerejeiras e Machadinho do Oeste mantiveram o status de Centro de Zona B entre 2007 e 2018. Colorado do Oeste completa as cidades rondonienses com este status.
O chefe da Unidade Estadual do IBGE e geógrafo, Luiz Cleyton Holanda Lobato, explica que os resultados oferecidos por esta pesquisa são essenciais para a realização de planejamentos, tanto da área pública quanto privada, pela possibilidade de identificar de maneira técnica as regiões de influências que determinadas cidades exercem, tornando-se importante instrumento de apoio à aplicação de investimentos e definição da malha para atendimento dos órgãos públicos.
Em nível Brasil, entre 2007 e 2018, houve o aumento de três metrópoles, totalizando 15: São Paulo como Grande Metrópole Nacional; Rio de Janeiro e Brasília como Metrópoles Nacionais; e Belém, Belo Horizonte, Curitiba, Campinas, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, Manaus, Porto Alegre, Recife, Salvador e Vitória como Metrópoles.

Em relação às Capitais Regionais (A, B e C), em 2007, eram 70 em todo o Brasil e passaram a ser 97 em 2018. Os maiores crescimentos proporcionais ocorreram em Rondônia e Mato Grosso, que tiveram mais duas cidades além das capitais estaduais com este status.
Aumenta número de cidades rondonienses com influência em outros municípios - Gente de Opinião

Mais Sobre Rondônia

Rua Guiana muda de nome para homenagear Euro Tourinho

Rua Guiana muda de nome para homenagear Euro Tourinho

Em março deste ano, um grupo formado por 10 renomados profissionais, entre advogados, jornalistas, músicos e historiadores, entregou uma proposta ao

Governo realiza serviços de melhoria dos aeroportos de Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena

Governo realiza serviços de melhoria dos aeroportos de Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena

Com a missão de melhorar as condições das instalações dos aeroportos de Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena, o Governo de Rondônia está projetando e executand

Participação na pesquisa do Ministério Público é fundamental

Participação na pesquisa do Ministério Público é fundamental

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia-Fecomércio/RO recebeu um ofício do Ministério Público do Estado de Rondôni

Nota de Pesar: deputado estadual Sargento Eyder Brasil pelo falecimento de seu pai, Valter José do Carmo

Nota de Pesar: deputado estadual Sargento Eyder Brasil pelo falecimento de seu pai, Valter José do Carmo

É com imenso pesar que o deputado estadual Sargento Eyder Brasil informa o falecimento de seu pai, senhor Valter José do Carmo, de 74 anos, vítima