Porto Velho (RO) sexta-feira, 23 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Muita água boa em 2012


Muita água boa em 2012 - Gente de Opinião
Senador Acir Gurgacz *

As chuvas na virada de ano já viraram tradição. Parece que elas vêm pra lavar a alma do brasileiro e limpar a sujeira acumulada de um ano inteiro. Ao mesmo tempo em que fazem parte do ritual de passagem, elas deixam pra trás um rastro de destruição, que escancaram o quanto nossa infraestrutura urbana é precária e eleitoreira. Bastam algumas horas de chuva para que as ruas fiquem alagadas, bairros inteiros debaixo d’água, encostas desbarrancadas com avalanche de lama sobre casas e ruas mal assentadas, diques se rompem e muitas famílias fiquem desabrigadas. Enfim, a chuva, um fenômeno natural e bom para a lavoura e o equilíbrio do planeta, a cada novo ano revela o caos humano em nossas cidades. É assim em Porto Velho, no Rio de Janeiro, em Belo Horizonte e em praticamente todas as médias e grandes cidades brasileiras.

Salvo raras exceções, a infraestrutura urbana das cidades brasileiras é precária justamente porque é eleitoreira. Elas são planejadas e executadas para ganhar eleição e não para bem servir à população. É dessa maneira que ruas sem qualquer infraestrutura básica de saneamento são pavimentadas, loteamentos irregulares são regularizados e áreas de risco são urbanizadas. Simplesmente porque é mais fácil conquistar o voto de pessoas em vulnerabilidade social fazendo assistencialismo barato e hipócrita, tentando ‘tampar o sol com a peneira’ e fazendo ‘vistas grossas’ para os problemas existentes em nossas cidades, que certamente irão se tornar problemas muito maiores no futuro.

Para tentar acabar com parte destes problemas é que apresentei um Projeto de Lei no Senado Federal que vai obrigar os municípios a implantarem redes subterrâneas de serviços urbanos antes de pavimentar as vias públicas. A prefeitura que não observar essa regra ficará impedida de obter financiamento federal para obras viárias municipais. O projeto (PLS 119/11) já foi aprovado pela Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado (CI) e estabelece, como diretriz geral da política de desenvolvimento urbano, que as redes subterrâneas de infraestrutura de serviços urbanos - como água, esgoto, energia elétrica, telefonia e tv a cabo - sejam feitas antes da pavimentação das ruas. A intenção é evitar gastos desnecessários quando a prefeitura se vê obrigada a destruir o calçamento recém finalizado para instalar a infraestrutura subterrânea, bem como evitar as alagações e tragédias urbanas que assistimos na época das chuvas.

Esperamos assim evitar obras viárias eleitoreiras, decretar o fim das pavimentações ‘casca de ovo’ para ganhar eleição. O objetivo do projeto de Lei é fazer com que os administradores públicos realizem obras para durar mais do que quatro anos e que exerçam todas as suas funções urbanas. Entendo que a utilidade das vias públicas transcende a função de meros corredores de tráfego e por isso é fundamental que elas sejam pavimentadas dentro de uma racionalidade construtiva. Antes do asfalto devem vir as redes subterrâneas e uma boa base estrutural para aguentar o tráfego pesado e os períodos de chuvas. É simples, assim como água mole em pedra dura. Um dia ela fura. É só olhar para nossas ruas esburacadas que temos a prova.

Aproveito o tema deste artigo, nesta primeira semana do ano, com muita chuva em quase todo o Brasil, para desejar muita água boa para todos em 2012. Que a chuva, uma dádiva para nossas lavouras, para nossas florestas e para o ciclo da vida, possa cair em nossas cidades sem causar tragédias, que, em boa medida, são responsabilidade de seus administradores. Vamos cobrar deles, agora por meio de lei, a infraestrutura básica para evitar isso. Um bom 2012 a todos!

* O senador Acir Gurgacz é líder do PDT no Senado e presidente da Comissão de Agricultura.

Mais Sobre Opinião

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.