Porto Velho (RO) quinta-feira, 22 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Fuja das fraudes nas campanhas de links patrocinados



É fato mais que consumado que uma campanha bem feita de links patrocinados pode gerar uma renda líquida mensal maior do que sua empresa tem hoje e que a mesma ação deixa o nome do seu negócio sempre em evidência.

Agora, é necessário ter alguns cuidados para fugir de concorrentes desonestos, que podem tentar fazer com que seu dinheiro escorra por ralo abaixo, clicando impunemente nos links de sua empresa.

São situações quando seu anúncio é exposto na internet e clicado pelo concorrente da área onde presta serviço, com o objetivo de fazer com que você gaste todo seu orçamento sem ter, no entanto, qualquer retorno de mídia.

Ou ainda pior, quando seu anúncio é exposto na rede de parceiros e o próprio parceiro clica nos anúncios que são apresentados no seu site com o objetivo de receber parte da receita proveniente da sua campanha.

No primeiro caso citado, o seu concorrente tem uma faca de dois gumes, assim como também fica a disposição às suas atuações no mercado. Sabendo que é uma lista definida e limitada, muitas das empresas que tentam burlar regras acabam sendo descobertas e banidas do sistema. Ou seja, utilizar-se de meios ilícitos, ela será punida.

Já pela campanha atrapalhada pela rede de parceiros, o problema passa a ser mais sério. Qualquer internauta que possua um blog ou site em empresas oficiais de mídia pode criar softwares que entram na página da sua empresa e clicam sobre os links, fazendo com que pequena parte da receita gerada vá para essa rede de parceiros.

Os dois problemas, porém, podem ser facilmente identificado e resolvido por um consultor de links patrocinados, que cuidará para que sua campanha não seja prejudicada por interesses alheios e para que sejam punidas as empresas que tomam atitudes irregulares.

O mais importante é dar um rumo definido, um foco a sua campanha de marketing digital, procurando, por exemplo, cadastrar frases com pelo menos duas palavras chaves, tornando o site praticamente blindado aos vários tipos de fraude. Tome cuidado, porém, com palavras chaves que sejam óbvias demais, facilitando a quebra desse sistema.

É necessário, também, ter um sistema “antifraude”. Um dos mais conhecidos é o ClickAuditor. O melhor, neste caso, é contar sempre com a ajuda de um profissional especializado, para que você não caia nas mãos de prestadores de serviço que utilizem sua preocupação em defender sua empresa em um meio de simplesmente te tirar dinheiro.

Outra precaução que pode ser tomada é a análise do log de visitas do site da sua empresa. Essa seção lista por endereço IP os principais visitantes da página na internet. Em seguida, é necessário que você disponibilize os endereços de IP com mais de 50 visitas por mês para o Adwords para que eles verifiquem se os cliques não correm o risco de serem fraudulentos. O sistema mais conhecido é o Webtrends. Verifique se sua empresa de hospedagem disponibiliza este sistema para você.

O importante é manter sua empresa competitiva no mercado e, em hipótese alguma, clicar nos anúncios de seus concorrentes. Pode manchar não só toda sua campanha desenvolvida de forma séria, como também evidenciar o nome da sua empresa em uma lista de concorrentes desleais. Apesar de alguns toques “simples” descritos na coluna, o ideal é deixar toda sua campanha de links patrocinados à disposição de um consultor de links patrocinados. Além de mais eficiente, você verá sua empresa lucrar sem ter metade da dor de cabeça que teria se tentasse entrar sozinho nesta empreitada.

Um exemplo de campanha bem sucedida pode ser citado pela empresa Dudinhas Tour, que divulga um serviço inovador para turistas agora também na cidade de São Paulo. Através das palavras chaves City Tour SP, o número de visitas quase que quadruplicou nos primeiros dias em que o projeto foi para o ar. Tudo sem qualquer tipo de apelação ou desrespeito à concorrência. Pense nisso!!!

O que você pensa sobre o assunto? Entre em meu site e blog e confira: www.fabiogrinberg.com.bre www.topgoogle.com.br.

Fonte: FÁBIO GRINBERG
 

Mais Sobre Opinião

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.