Porto Velho (RO) terça-feira, 22 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Energia

Semasf divulga tarifa social de energia elétrica para a população de baixa renda


Semasf divulga tarifa social de energia elétrica para a população de baixa renda - Gente de Opinião

 A tarifa social é concedida aos inscritos no CadÚnico com renda de até meio salário-mínimo

A secretária adjunta de Assistência Social e da Família (Semasf), Ana Maria Negreiros, reuniu-se, na quinta-feira (7/2), com as Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron), representada, na ocasião, pelo técnico Madruga, para levantar informações sobre o serviço de ‘tarifa social’ praticado pela Ceron, que possibilita, à família de baixa renda, obter até 65% de desconto no consumo de energia.

Nosso projeto, enquanto gestores da assistência social municipal, disse Ana Maria Negreiros, é divulgar esse serviço, para que as famílias de baixa renda tenham esse benefício tão necessário. A adjunta disse que a ideia é fazer essa divulgação via Centro de Referência de Assistência Social (Cras).

“As famílias cadastradas nos Cras receberão a informação e serão multiplicadoras, avisando outras famílias. O objetivo é que a população de baixa renda fique ciente desse direito e requeira o benefício, melhorando, assim, a renda familiar, economizando na energia elétrica”, disse Ana Maria.

“Acordamos com a equipe responsável da Ceron para ministrar palestras aos nossos servidores da Semasf, explicando, ponto a ponto, como funciona o serviço da ‘tarifa social’, para que levem as informações à população de baixa renda, que é atendida nos Cras”, disse a secretária adjunta.

Tarifa social

A tarifa social de energia elétrica é um desconto na conta de energia, criado pelo Governo Federal, para famílias de baixa renda.

O desconto se processa da seguinte forma: Até 30 kWh/mês de consumo é igual a 65% de desconto, acima de 30 kWh/mês de consumo até 100 kWh/mês de consumo o desconto é de 40%, acima de 100 kWh/mês de consumo até 220 kWh/mês de consumo, o desconte é de 10%, e acima de 220 kWh/mês de consumo, não tem desconto. Famílias indígenas ou quilombolas também têm acesso a esse direito.

Mais Sobre Energia

Sob grande suspeita - CPI descobre que Ipem é prestador de serviços da Energisa em Rondônia

Sob grande suspeita - CPI descobre que Ipem é prestador de serviços da Energisa em Rondônia

Deputados que integram a CPI da Energisa em Rondônia, disseram considerar estarrecedores alguns fatos que vieram à tona na reunião ordinária que ent

A pedido de Léo Moraes, Defensoria Pública cria comissão especial em defesa de consumidores lesados pela Energisa

A pedido de Léo Moraes, Defensoria Pública cria comissão especial em defesa de consumidores lesados pela Energisa

Em atendimento à solicitação do deputado federal Léo Moraes (PODE-RO), a Defensoria Pública do Estado de Rondônia constituiu Comissão Especial para

Presidente Laerte Gomes relata problemas da Energisa ao ministro das Minas e Energia

Presidente Laerte Gomes relata problemas da Energisa ao ministro das Minas e Energia

Acompanhado do senador Marcos Rogério (DEM), o presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia, Laerte Gomes (PSDB), participou de audiência com o

Assembleia Legislativa contribuiu com informações para Aneel rejeitar novo aumento de energia em Rondônia

Assembleia Legislativa contribuiu com informações para Aneel rejeitar novo aumento de energia em Rondônia

Após uma longa defesa de argumentos, quando foram apresentadas as graves denúncias levadas à Assembleia Legislativa, a Agência Nacional de Energia E