Porto Velho (RO) terça-feira, 20 de outubro de 2020
×
Gente de Opinião

Opinião

Eleitor precisa repudiar os conchavos eleitorais


Eleitor precisa repudiar os conchavos eleitorais   - Gente de Opinião

Os últimos acontecimentos políticos de Porto Velho, se não são tudo, podem dar boa ideia do que será a campanha eleitoral para a prefeitura da capital e para a Câmara de Vereadores. Até o final da semana passada, acreditava-se, que as forças politicas já se tinham compostas para as eleições que se avizinham. As alianças pareciam ter chegado a uma definição, mesmo se formadas por elementos que, como água e o azeite, não se podem misturar, jamais. Porém, politica se faz com boas doses de pragmatismo, oportunismo e surpresa – pelo menos no Brasil. 


Na busca por apoios, importa pouco a coincidência de pontos de vista, desde que o esquecimento de princípios e propósitos concorra para amealhar votos. Igualmente é irrelevante a interpretação que alguns fazem de seu papel, do sistema políticos e das necessidades sociais, como base de sustentação de alianças ou frentes partidárias. Plenamente justificado em certos períodos da história de qualquer Nação, tal conduta é a usual entre nós, pouco importando o discurso supostamente fundado na necessidade de consolidação democrática e o amadurecimento politico dos cidadãos. O que a experiência tem revelado é o absoluto desprezo por regras normalmente seguidas em outros países, não raro citados como exemplos a serem imitados. 


No plano municipal, verifica-se politica de aproximação entre antípodas, com o único e – nesse caso – declarado propósito de viabilizar a eleição deste ou daquele candidato. Ainda que esteja presente na memória da população a súbita mudança de comportamento de alguns a ideologias e preceitos políticos jamais abraçados, as recentes mexidas no tabuleiro eleitoral têm algum grau de surpresa. Não contentes com os processos pouco democráticos de composição da lista de candidatos, partidos entregaram-se a certo tipo de exercício que, com certeza, um eleitorado esclarecido saberá repudiar nas urnas, no próximo mês de novembro.

Mais Sobre Opinião

Corporativismo quer salvar o mandato do senador cuequeiro

Corporativismo quer salvar o mandato do senador cuequeiro

Quando se trata de fazer arranjos políticos, o Congresso Nacional não deixa por menos – com as devidas exceções -, apesar de essa não ser uma caract

Para quem tem cloroquina, quem se importa com vacinação?

Para quem tem cloroquina, quem se importa com vacinação?

Diante de severas crises que costumam abalar as Nações, tudo que se espera dos seus governantes, são ações, atitudes e comportamentos sensatos, equi

Campanha eleitoral não empolga eleitor

Campanha eleitoral não empolga eleitor

Em novembro próximo, o eleitor de Porto Velho terá um encontro marcado com as urnas. Vamos escolher prefeito e vinte e um vereadores. A campanha, poré

Tributo ao ativista e abolicionista contemporâneo, Dr. Wllian Johnes - Presidente da Ordem dos Bacharéis do Brasil- OBB

Tributo ao ativista e abolicionista contemporâneo, Dr. Wllian Johnes - Presidente da Ordem dos Bacharéis do Brasil- OBB

Mas uma vítima do trabalho análogo à de escravos a escravidão moderna da OAB, acaba de tombar. Com tristeza tomei conhecimento que no último dia 16.10