Porto Velho (RO) terça-feira, 20 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Dinheiro de banqueiros vale muito mais!


DIFERENÇA FANTÁSTICA- A aplicação de R$ 0,10 vira R$ 1,16; já uma dívida vira R$ 3,5 milhões, ou seja, a diferença entre juros de um cheque especial e da poupança na era do Real é de 3 milhões de vezes.Gente de Opinião
 
Uma aplicação de R$ 0,10 na caderneta de poupança, feita no dia do nascimento do real, em 1º de julho de 1994, resultaria hoje num saldo de R$ 1,16. Já uma dívida no mesmo valor contraída no cheque especial, pelo mesmo período, alcançaria hoje a R$ 3,5 milhões. O cálculo é da consultoria Austin Asis. Os números também ilustram as razões da resistência dos bancos privados de baixarem os juros, como pede o governo. O economista Felipe Queiroz, Austin Asis, acrescenta que um pai que abrisse, também em julho de 1994, uma caderneta de poupança com R$ 600 para seu filho, teria hoje a oferecer ao jovem prestes a completar 18 anos R$ 6.983,18, quantia insuficiente para custear sequer a metade do preço de um carro popular. Já um cidadão que contraísse crédito no cheque especial, no mesmo valor, estaria devendo hoje a inacreditável quantia de R$ 21.419.755.406,71. "No entanto, não é recomendável utilizar prazos tão longos para cálculos de dívida, pois, ninguém se mantém no cheque especial por um período tão longo", ressalva Queiroz. Já a economista Beatriz David, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), observa que, na prática, nem todos os candidatos a empréstimos devem se beneficiar da queda de juros sinalizada pelos bancos. "Estão privilegiando os clientes antigos e os servidores públicos, por exemplo, que têm estabilidade no emprego", diz a economista, acrescentando que, na outra ponta, há um aumento de cobrança de tarifas de toda ordem como forma de compensar as perdas resultantes da queda das taxas de juros.

Fonte: Blog DizPersivo

 

Mais Sobre Opinião

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.

Brasil,  192 anos dos Cursos  Jurídicos  Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

Brasil, 192 anos dos Cursos Jurídicos Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

O Brasil, último país a acabar com a escravidão tem uma perversidade intrínseca na sua herança, que torna a nossa classe dominante enferma de desigual