Porto Velho (RO) terça-feira, 24 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Opinião

Descaramentos


Por Humberto Pinho da Silva

 Estando na airosa cidade de Florianópolis, a subir ampla escadaria de pedra, que nos leva à Matriz, deparei com duas gentis meninas, que ofertavam colorido jornal.

Aceitei a gentileza, e agradeci penhorado, pensando tratar-se do periódico da diocese.

Entrei no templo, e verifiquei, que, depositado nos bancos, encontravam-se exemplares do periódico, certamente abandonados pelos crentes.

Ao sair, foi repousar no acolhedor jardim, que fica defronte. Abri o jornal, e para meu espanto verifiquei que era o órgão oficial de seita, amplamente espalhada no Brasil, e não só, que movimenta grossos milhões de reais.

Outro assunto:

Assistia à missa dominical num templo, na cidade do Porto De repente ouve-se tocar o telemóvel (celular). Circunvaguei os olhos e vi senhora, ainda jovem, erguer-se e encaminhar para junto do pórtico.

Nesse momento o sacerdote iniciava a homilia.

Perante a indignação dos presentes, a senhora atendia o telefone em alta voz, abafando as palavras do padre. Foi preciso a interferência de um crente, para que fizesse o favor de abandonar o templo.

Outra cena caricata, na igreja:

Num domingo, em Mogofores, entra senhora, de aspecto estrangeiro, na igreja, e começa a distribuir panfleto, solicitando contribuição para criancinha gravemente doente.

Decorridos minutos, recolhe o panfleto e donativos.

Tudo se passa durante o culto.

Desconheço se o peditório era para engrossar esperto, organização criminosa, ou para apoiar família que vivia momentos de grande aflição.

Estes exemplos mostram cenas frequentes nas nossas igrejas e são demonstrativos de abusos inclassificáveis, e falta de educação.

Poderia abordar outros casos reprováveis, ocorridos em lugares públicos. Como: o feio hábito de ouvir rádio, em altos gritos, nos transportes públicos; colocar os pés nos assentos, sem respeito pela conservação dos estofos, nem pelos passageiros que os vão utilizar, e muitos outros desconcertos.

Mas, por hoje basta.

Mais Sobre Opinião

Hildon Chaves deverá vencer as eleições muito facilmente, se a Cristiane não se reposicionar junto aos eleitores

Hildon Chaves deverá vencer as eleições muito facilmente, se a Cristiane não se reposicionar junto aos eleitores

Até o momento, ao que tudo indica, parece que a definição sobre quem será o próximo prefeito ou prefeita de Porto Velho é “favas contadas”. O atual

Respeito a decisão do Vinícius, mas não concordo

Respeito a decisão do Vinícius, mas não concordo

Recebi de um amigo um vídeo em que o candidato à prefeitura de Porto Velho, Vinicius Miguel - em quem votei no primeiro turno da eleição de domingo (1

Os náufragos de 2020

Os náufragos de 2020

Não foi apenas o presidente Jair Bolsonaro que saiu perdendo nas eleições municipais de 2020. A esquerda foi massacrada nas urnas. Exemplo disso é o

O recado das urnas

O recado das urnas

A renovação substancial da Câmara Municipal de Porto Velho, além da decepção causada a muitos dos que atualmente exercem mandato de vereador, há de