Porto Velho (RO) quarta-feira, 8 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Artigo

Conservadores abusam de Bento XVI contra o Papa Francisco na controvérsia sobre o celibato

“Do profundo do nosso Coração” - Igreja contra ela mesma?


Conservadores abusam de Bento XVI contra o Papa Francisco na controvérsia sobre o celibato - Gente de Opinião

Com a publicação de um livro de 144 páginas e com o título “Do profundo do nosso Coração” ("Des profondeurs de nos cœurs") em defesa do celibato, ultraconservadores do Vaticano tentam manipular em seu favor escritos do emérito papa Bento XVI. O Cardeal Robert Sarah, Prefeito da Congregação para o Culto Divino, advoga a coautoria do livro dele e de Bento XVI.

O livro coloca o Papa Francisco em situação difícil. De facto, Francisco estava a preparar uma Exortação sobre o Sínodo da Amazónia onde deveria tomar posição, em breve, sobre o celibato e provável abertura do clero para mulheres a nível regional.

O livro declara-se expressamente contra posições do Sínodo para a Amazónia, onde se previa o sacerdócio para pessoas casadas. Concretamente, questiona a resolução 72 aprovada pelos padres sinodais do sínodo da Amazónia. De facto, o sínodo da Amazónia não acabou com o celibato, mas abriu uma brecha para familiarizar a ideia e com o tempo concretizá-la.

Segundo o livro, o sacerdócio celibatário pretende libertar o sacerdote do ciclo matrimonial e da sujeição aos bens terrenos (posse) para não estar sujeito ao “fluxo do tempo”.

É altamente questionável que Bento XVI tenha querido uma autoria comparticipada.  Colaboradores de Bento XVI dizem que “Bento está completamente alheio a esta operação e mediática evidente”. Também vários jornalistas do Vaticano de renome negam o envolvimento do ex-pontífice na publicação do livro e dizem que Bento "não tinha visto ou aprovado a primeira página ou o facto de ter sido publicado um livro a quatro mãos “. Trata-se mais de uma "operação mediática" com "manipulações mediáticas" em curso, das quais Bento se dissociou (1). O cardeal Sahra apresentou como prova da cooperação três cartas com o cabeçalho e a assinatura de Bento XVI. Mas não há neles qualquer menção de cooperação num livro.

Uma pessoa íntegra como Bento XVI nunca poderia tomar tal atitude que constituiria um perigo para a unidade da Igreja. De facto, nestas questões quem teria uma palavra a dizer, ao lado do Papa seria o Colégio dos Cardeais” a quem competiria interferir.

Tudo leva a indicar que não há “transparência” entre o que os textos que Ratzinger terá escrito e o que aparece agora em livro conjunto. Certamente em breve sairá uma comunicação de Bento XVI a pôr cobro às especulações.

É bastante evidente que os ultraconservadores procuram minar a autoridade do Papa Francisco. Para isso revelam uma boa estratégia, conscientes de que hoje o que mais determina a opinião pública são as manchetes dos jornais e agendas de grupos com influência nos Media. Uma vez colocada em movimento a massa dos sentimentos já não haverá oportunidade para mais reflexões e diferenciações.

Porém a realidade que subsiste é que quem está com o Papa está com a Igreja!

António da Cunha Duarte Justo

Teólogo

In Pegadas do Tempo, https://antonio-justo.eu/?p=5774

 

Mais Sobre Artigo

A solução paras as empresas que precisam demitir

A solução paras as empresas que precisam demitir

Mesmo tendo segurado muito as pontas, algumas companhias simplesmente não vão escapar da crise e, sem necessariamente desejar, terão de demitir. E é a

A representatividade política em xeque

A representatividade política em xeque

Há, principalmente na esquerda, um percentual grande de pessoas que não gostam de Bolsonaro, até mesmo odeiam, mesmo que por razões certas ou errada

Tiroteio improdutivo

Tiroteio improdutivo

Mais avança a consolidação do estado de direito, mas se torna necessário buscar o entendimento. Os altos interesses públicos, numa verdadeira democr

Importância do beijo – Alimento energético e remédio eficaz + Turismo é uma indústria subserviente + comércio de escravos

Importância do beijo – Alimento energético e remédio eficaz + Turismo é uma indústria subserviente + comércio de escravos

IMPORTÂNCIA DO BEIJO – ALIMENTO ENERGÉTICO E REMÉDIO EFICAZEm Tempos de Distanciamento e decorrentes CarênciasCelebrar o dia do beijo em tempos de cor