Sábado, 25 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Opinião

Artigo: Cooperativa como sinônimo de otimismo


 
As cooperativas são mais resistentes às crises do que outros modelos de empresa, de acordo com um recente estudo feito pela Organização Internacional do Trabalho (OIT)  a pedido da ACI. As cooperativas de crédito têm se mantido sólidas, financeiramente; as cooperativas agrícolas, em muitas partes do mundo, estão obtendo resultados positivos, as cooperativas de consumo estão incrementando seu volume de negócios e as cooperativas de trabalho associado continuam crescendo. Cada vez mais, as pessoas estão escolhendo o modelo de empresa cooperativa para enfrentar as novas realidades econômicas.

Por que as cooperativas são capazes de sobreviver e, de fato, prosperar em situações de crise e ir mais além?

A empresa cooperativa é um modelo de empresa alternativa, que em lugar de enfocar o lucro focaliza as pessoas, aumentando o poder dessas pessoas no mercado, enquanto baliza suas operações nos princípios e valores cooperativos.

Em muitos países e em muitos setores do mundo, a empresa cooperativa está crescendo em associados, capital e volume de negócios. As cooperativas estão contribuindo de maneira significativa para a manutenção e a geração de novos empregos e, portanto, garantindo a renda das famílias. Elas estão assegurando que os preços se mantenham em níveis razoáveis e que os bens de consumo no varejo, alimentos e serviços continuem seguros, confiáveis e de boa qualidade. As instituições financeiras cooperativas têm registrado um aumento de capital devido ao reconhecimento dos consumidores da segurança e da confiabilidade das cooperativas de crédito, bancos cooperativos e cooperativas de seguros, que, em muitos casos, também, continuaram a fornecer crédito a pessoas físicas e pequenas empresas. Ao fazer isso, estão demonstrando que o negócio cooperativo é sustentável e que as empresas embasadas em valores éticos podem ter êxito e contribuir para uma recuperação econômica sustentável. 

Os economistas, o mundo acadêmico e a comunidade internacional estão desesperados buscando respostas sobre a forma de estimular a recuperação mundial e, ao fazer isso, estão começando a questionar o atual modelo econômico que perdeu a confiança dos responsáveis políticos, assim como da maioria das pessoas. Eles estão aguardando a regulação dos mercados e das instituições financeiras, em particular, para assegurar operações mais éticas e transparentes. Nesta busca, todavia, também estão redescobrindo e reconhecendo o potencial das cooperativas em contribuir, de maneira significativa, para um novo sistema econômico.

Muitos governos estão considerando a opção cooperativa neste novo contexto econômico, seja para estimular a produtividade agrícola, seja para reorganizar os sistemas nacionais de proteção social, tal qual se pode observar no recente debate da reforma do sistema de saúde dos Estados Unidos e a proposta de criar cooperativas de saúde. A contribuição das cooperativas na recuperação dos países está sendo reconhecida por eles, que estão,  cada vez mais, estimulando os cidadãos a escolher as empresas cooperativas para atender as suas finanças, a fim de aumentar a produtividade e o bem estar geral.

O movimento cooperativo terá que trabalhar os responsáveis políticos para assegurar o reconhecimento da natureza específica das cooperativas. Elas não podem estar excessivamente reguladas e a sua natureza, essencialmente anti-risco, deve ser compreendida.  Uma resposta política consistente e bem articulada é crucial para garantir que elas não sejam prejudicadas nas mudanças do contexto regulatório. Somente com políticas apropriadas, as cooperativas continuarão a ser capazes de impulsionar a recuperação mundial.

Embora alguns analistas digam que, para a economia mundial o pior já passou e que é provável que a recuperação comece no final deste ano, a recessão e o impacto afetarão todas as empresas. Muitas cooperativas tentarão sobreviver a qualquer preço, inclusive renunciando a sua natureza cooperativa, mas existem muitas evidencias demonstrando que colocar os princípios e valores cooperativos em prática pode ser o fator decisivo para uma sustentabilidade a longo prazo.  Agora é hora de ressaltarmos o valor da natureza cooperativa.

O movimento cooperativo se depara com uma oportunidade única. Deve superar o desafio de demonstrar que o modelo cooperativo de empresa é o melhor modelo alternativo de negócios para o futuro. As cooperativas estão demonstrando que são o motor, não somente para impulsionar o desenvolvimento econômico, mas também, a democracia econômica e política, bem como a responsabilidade social. As cooperativas oferecem uma forma mais justa de fazer negócios, onde os valores sociais e ambientais contam, não somente como algo a fazer, se você puder fazer, mas que são, simplesmente, parte da maneira de fazer negócios.

Neste Dia Internacional das Cooperativas, a ACI faz um chamamento aos cooperativistas de todo o mundo para reforçar seus compromissos com os valores e princípios cooperativos, celebrar os êxitos nestes tempos difíceis e trabalhar em parceria para assegurar que continuem a impulsionar a recuperação global em todo o mundo.
 
Fonte: Antonio Roque Ferreira
OCBnotícias - Tel. 69-3221-3644/Fax: 69 3229-2866/Cel. 6992589307
 

Gente de OpiniãoSábado, 25 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Prometer e não cumprir é o esporte preferido de muitos políticos

Prometer e não cumprir é o esporte preferido de muitos políticos

Por mais que nos esforcemos para acreditar no que dizem alguns políticos, não adianta, com o tempo, eles próprios se encarregam de nos lembrar que f

Entre a ilusão e a realidade, brilha a verdadeira vida

Entre a ilusão e a realidade, brilha a verdadeira vida

Era uma vez uma mulher chamada Maria que passava grande parte da sua vida entre o adormecer e o acordar. Nos seus sonhos, Maria encontrava mundos

Eita, que cara sortudo esse Zé Dirceu!

Eita, que cara sortudo esse Zé Dirceu!

A persistência é uma das qualidades que eu mais admiro no ser humano. Tem gente que não desiste de jeito nenhum de lutar por seus ideiais, ainda que

Pentecostes é o Dia do Espírito Santo

Pentecostes é o Dia do Espírito Santo

Pentecostes é a festa do Espírito Santo, que em termos hodiernos se poderia também dizer que é a festa em que se celebra a proclamação da democrat

Gente de Opinião Sábado, 25 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)