Porto Velho (RO) quinta-feira, 22 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Arrecadação em Show de Garth Brooks beneficiará HC da Amazônia


Arrecadação em Show de Garth Brooks beneficiará HC da Amazônia - Gente de Opinião

A vinda do cantor norte-americano ao Brasil, 17 anos depois de ter feito história em Barretos, movimentou o País, Garth Brooks fez uma única apresentação no Brasil, na abertura da 60ª edição da Festa de Peão de Barretos, a Fernando e Sorocaba cantam no palco com Garth Brooks na Festa de Barretos no último Sábado (22/08), todo a arrecadação do Show foi destinada a fundação Pio XXI, que administra o Hospital de Câncer de Barretos e parte da arrecadação recebida pela Fundação, será destinada a construção de mais uma unidade do Hospital de Câncer de Barretos, a primeira da Amazônia, essa em Porto Velho,  para se tornar referência para a população no Norte do Brasil, que busca tratamento contra a doença, com cerca de 5 mil pacientes cadastrados e mais de 400 atendimentos realizados por dia, a unidade da capital existe há menos de três anos e, por causa da grande demanda, a Fundação Pio XII e o Hospital do Câncer entenderam que era preciso construir uma nova unidade para tratar os pacientes cadastrados em Rondônia e da Região Norte.

Gente de OpiniãoEm Rondônia, o Hospital do Câncer de Barretos está presente, principalmente por conta do grande número de pacientes que, nas últimas décadas acabaram sendo encaminhados para Barretos São Paulo. A grande demanda determinou a construção da nova unidade, o “Hospital do Câncer da Amazônia” tem área de 100 mil metros quadrados e está localizado na BR-364, a primeira etapa soma 15 mil metros quadrados de área construída e dois mil metros reservados especificamente para o atendimento indígena, respeitando os hábitos, cultura e a alimentação. Com este novo Hospital, 100% dos pacientes não precisarão mais ir para Barretos, pois terão a assistência e tratamento em Porto Velho.

O Hospital da Amazônia:

A expectativa é de que em três anos e meio a obra seja concluída e mais pacientes de toda a região sejam beneficiados. O Hospital de Câncer da Amazônia terá quimioterapia, radioterapia, pesquisa, banco de tumores, setor de emergência, radiologia com duas salas de raios-X, três aparelhos de ultrassom, um de ressonância magnética, um mamógrafo e um para tomografia. Além disso, o prédio vai contar também com laboratório de análises clínicas com seis salas de coleta e duas de exames; ambulatório com 20 consultórios; centro cirúrgico com quatro salas, internação geral com 24 leitos, internação pediátrica com 16, internação indígena com 20 e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com oito leitos. A Obra está orçada em R$50 milhões de Reais (50.000.000,00) e equipamentos na ordem de R$30 milhões (30.000.000,00).

Fonte: Mateus Andrade  / Foto: Alessandra

Mais Sobre Opinião

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.