Porto Velho (RO) sexta-feira, 4 de dezembro de 2020
×
Gente de Opinião

Opinião

Acir Gurgacz cobra fiscalização sobre preço do leite



O senador Acir Gurgacz (PDT) cobrou nesta segunda-feira, 06, no plenário do Senado, maior fiscalização do governo e órgãos de controle sobre o preço do leite praticado em Rondônia. O parlamentar relatou dificuldades dos produtores rondonienses em relação ao valor cobrado pelo leite. Ressaltou ser difícil explicar que, enquanto os consumidores pagam entre R$ 3 a R$ 5 no litro de leite, o preço para o produtor não passa de R$ 0,70.Acir Gurgacz cobra fiscalização sobre preço do leite - Gente de Opinião

Além das questões do mercado internacional, quando o aumento das importações de leite do Uruguai e da Argentina tem prejudicado a pecuária leiteira do Brasil, o senador também aponta um desequilíbrio na relação comercial entre o produtor e a indústria nacional. “O indústria está impondo um preço baixo para os produtores e cobrando um preço alto do consumidor”, avalia Acir.

O preço médio do leite no eixo da BR-429, principal bacia leiteira de Rondônia, que já foi de R$ 1,00, caiu para R$ 0,65. O valor pago pelos laticínios do Estado varia de R$ 0,60 a 0,80 centavos. No Paraná, o preço pago pelo litro deleite aos produtores varia de R$ 0,85 a R$ 1,25.

Por considerar que essa variação de preços não pode depender apenas do mercado, onde prevalece a força dos laticínios, o senador Acir Gurgacz disse que realizou, entre 2011 e 2012, diversas audiências públicas no âmbito do Senado e dos municípios das bacias leiteiras de Rondônia. “Conseguimos aprovar uma nova lei para regular o preço do leite, da qual fui relator no Senado, estabelecendo a obrigatoriedade das indústrias informarem até o dia 25 de cada mês o preço a ser pago aos produtores”, recorda Acir.

Para o senador, lei não está sendo cumprida porque não há fiscalização dos órgãos de controle. “Passado o período de impacto da aprovação desta lei, em 2013, e das audiências que realizamos para discutir o assunto e fortalecer a união dos produtores, novamente os laticínios estão impondo os preços a seus critérios, sem negociar com o Conseleite e sem informar a cada mês, de forma antecipada, o preço a ser pago, sendo que é necessário maior fiscalização do setor”, cobra Gurgacz.

Fonte: Guarim Liberato Jr

Mais Sobre Opinião

O tribunal europeu (TEDH) dá andamento à queixa "Acção Climática" das crianças portuguesas + Restauração de Portugal independente

O tribunal europeu (TEDH) dá andamento à queixa "Acção Climática" das crianças portuguesas + Restauração de Portugal independente

O TRIBUNAL EUROPEU (TEDH) DÁ ANDAMENTO À  QUEIXA “ACÇÃO CLIMÁTICA” DAS CRIANÇAS PORTUGUESASNo rescaldo de Pedrogão Grande onde o Fogo matou 110 Pessoa

Começou a batalha pela presidência da Câmara em Porto Velho

Começou a batalha pela presidência da Câmara em Porto Velho

Acirra-se a briga pela presidência da Câmara Municipal de Porto Velho. O atual presidente Edwilson Negreiros está articulando um grupo forte para gara

Sua Excelência a abstenção

Sua Excelência a abstenção

Independente de quem saía consagrado das urnas no segundo turno do pleito para a prefeitura de Porto Velho (Hildon Chaves ou Cristiane Lopes), certo

A cidade foi a grande ausente no debate

A cidade foi a grande ausente no debate

Se o Ibope estiver certo em sua aferição, o prefeito Hildon Chaves (PSDB) vai permanecer por mais quatro anos no comando do município de Porto Velho