Porto Velho (RO) quinta-feira, 1 de outubro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Valverde defende a conclusão da duplicação da ponte sobre o Rio Machado


 
O deputado federal Eduardo Valverde (PT), sensível ao problema criado pela paralisação das obras de alargamento da ponte sobre o rio Machado, em Ji-Paraná, defendeu a retomada imediata e o aceleramento das obras visando á sua conclusão o mais rápido possível. 

A travessia sobre o rio Machado é de vital importância não apenas para os jiparanaenses, mas também para o acesso à Capital e outras regiões de Rondônia e Estados vizinhos. 

O parlamentar petista, pré-candidato ao governo de Rondônia, vem se mobilizando junto à empresa responsável pela execução da obra, bem como em Brasília, em audiência no Ministério dos Transportes, especificamente no DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes). 

Otimista quanto ao imediato retorno das obras na ponte sobre o rio Machado, Valverde lembra que o Governo Federal anuncia investimentos da ordem de R$ 33 milhões para a extensão das marginais da BR, prevendo nova sinalização e construção de uma nova geografia de tráfego dentro da cidade. Os recursos para esta finalidade já estão inclusos no PAC-2 do Governo Federal. 

Se por um lado o Governo Federal faz sua parte, Valverde considera tímido o empenho do governo estadual, que poderia contribuir efetivamente para resolver de vez o problema de tráfego na região, caso apressasse a construção do anel viário. “Só mesmo com o anel viário os problemas serão de fato resolvidos”, afirma. 

A obra de alargamento da ponte sobre o Rio Machado depende de um aditivo de cerca de R$ 2 milhões para que a empresa GM Engenharia libere as quatro pistas de rolamento para o tráfego normal em no máximo 60 dias. Uma equipe técnica formada por engenheiros e advogados do DNIT deve vir a Rondônia ainda nesta semana para regulamentar a liberação destes recursos adicionais. 

A obra de construção da ponte do Anel Viário tem estimativa de termino em 150 dias, desde que aconteça uma adequação no projeto técnico, o que deve acontecer nos próximos dias, devendo a obra ser recomeçada no inicio do mês de maio. 

As informações foram colocadas durante Audiência Pública realizada pela Câmara Municipal, convocada pelo Presidente da Casa de Leis, Nilton Cezar Rios e pela vereadora Solange Pereira, com a presença de representantes da bancada federal de Rondônia, deputados estaduais, representantes da empresa GM, da Prefeitura de Ji-Paraná, da OAB, da CDL e Acijip. 

As deliberações na audiência serviram para dar esclarecimentos sobre as duas obras e para que fossem firmados alguns compromissos pelos entes públicos presentes à reunião. 

A bancada federal, através dos senadores e dos deputados, comprometeram-se em cobrar do Governo Federal e DNIT mais celeridade dos trâmites para a liberação do aditivo. A GM Engenharia comprometeu-se a entregar as quatro pistas de rolamento antes do início da Expojipa, desde que o aditivo seja liberado no prazo previsto. A Prefeitura assumiu o compromisso de sempre que necessário informar via nota oficial, o real andamento dos trabalhos. 

Segundo os representantes da empresa GM, as interrupções nos trabalhos foram motivadas pela demora na retirada da tubulação da Caerd, pelas chuvas intensas e pela falta de adequação do projeto que não contemplava a recuperação da ponte antiga. 

Com a construção do Anel Viário, a BR-364 passará por fora do município, e a ponte sobre o Rio Machado fará parte de uma extensa avenida que será de responsabilidade da Prefeitura. 

Para o Anel Viário também já estão empenhados recursos do Governo Federal no valor de R$ 13 milhões, destinados à pavimentação da rodovia, cuja obra ficará sob a responsabilidade do DNIT e está prevista para ter inicio no próximo ano.

Autor: Ascom

Mais Sobre Municípios

Semana do Trânsito: Comitê encerra atividades comemorativas

Semana do Trânsito: Comitê encerra atividades comemorativas

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), coordenadora do Comitê Municipal de Segurança Viária, realizou na última sexta-feira (25) o encerramento d

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran), informa que foi confirmada a paralisaç