Porto Velho (RO) quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Testoni cobra balanças mecânicas


Ivalda Marrocos

O deputado Alex Testoni, do PTN, cobrou, ontem (27) da tribuna  durante a sessão plenária na Assembléia Legislativa,  a aplicação da Lei 1724/07, que obriga aos matadouros e frigoríficos a instalar balança mecânica ou terminal de pesagem blindado. O equipamento  é necessário, segundo o parlamentar, para realizar a contra-prova com as balanças eletrônicas usuais.
 
A lei, de autoria do deputado, já foi sancionada pelo governador do Estado, Ivo Cassol. Alex Testoni  colheu assinaturas dos demais parlamentares presentes à sessão plenária no Ofício nº 233/GVP/07, que será encaminhado, hoje, ao Ministério Público do Estado.
No documento o Poder Legislativo destaca que os matadouros e frigoríficos já foram notificados da irregularidade no dia oito de maio, através da SEAPES (Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento,  Produção e Desenvolvimento). Indignado com o descaso dos matadouros e frigoríficos, Testoni apontou que a situação prejudica, gravemente, os produtores pecuaristas. “ É mais fácil  pagar a multa do que instalar a balança da contra-prova”, afirmou  o deputado.
 
Alex Testoni disse também que os pecuaristas está reclamando do preço da arrouba  do boi gordo em Rondônia. “Temos  no estado uma carne da melhor qualidade. Nosso boi é o chamado boi verde. A média da arroba em Rondônia  custa, atualmente, R$ 58,00, enquanto que em São Paulo, o preço médio é pago em R$ 75,00.  É uma situação grave. Os pecuaristas rondonienses estão sendo lesados em  19%. Isto é cartel”, disse.
 
Os deputados Jesualdo Pires (PPS), Tiziu  Jidalias (PMDB) e Neri Firigolo, (PT) manifestaram em aparte apoio às declarações de Testoni. Jesualdo Pires enfatizou que a lei que determina os banheiros públicos nos estabelecimentos bancários também não está sendo cumprida. “O desrepeito com o público é tanto, que se quer, houve resposta dos bancos a questionamentos judiciais. Os bancos ganham milhões de lucro e deveriam ser os maiores interessados em tratar bem seus clientes”.   O deputado Tiziu destacaou que a guerra contra o descumprimento da lei que resguarda os pecuaristas é “uma causa da Assembléia Legislativa”. Para o parlamentar peemedebista , a iniciativa  do deputado Terstoni em acionar parceria com o MPE para exigência da aplicação da lei é apropriada. Neri Firigolo cobrou a arrecadação da IDARON. Segundo o parlamentar petista os pecuaristas pagam R$ 2,00 por cabeça para suprir todas taxas legais nas suas transações comerciais. Ao final do ano isso significa R$500 mil em arrecadação.

Fonte: Decom

Mais Sobre Municípios

Prefeitura de Porto velho faz chamamento público para artistas que comporão calendário cultural

Prefeitura de Porto velho faz chamamento público para artistas que comporão calendário cultural

A Prefeitura de Porto Velho, através da Fundação Cultural (Funcultural), divulgou edital de Chamamento Público para seleção de grupos, bandas e artist

Prefeitura de Rolim de Moura divulga resultado final do chamamento público

Prefeitura de Rolim de Moura divulga resultado final do chamamento público

A Prefeitura de Rolim de Moura (RO), por meio da secretaria municipal de Agricultura (Semagri), divulgou nessa sexta-feira, (14/02), no diário ofici

Castanheiras faz 28 anos de emancipação política

Castanheiras faz 28 anos de emancipação política

O município de Castanheiras (RO) completa 28 anos de emancipação política nesse dia 13 de fevereiro de 2020, mas as comemorações acontecerão no dia 01

Nota de repúdio da FESEC contra ato do prefeito Hildon Chaves

Nota de repúdio da FESEC contra ato do prefeito Hildon Chaves

NOTA DE REPÚDIO E ESCLARECIMENTO AO PÚBLICOA Federação das Escolas de Samba e Entidades Carnavalescas de Rondônia – FESEC, vem a público esclarecer e