Porto Velho (RO) quinta-feira, 1 de outubro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

TCE dá sequência ao projeto “Corte Cidad㔠com palestras em Cacoal



}Aproveitando a presença em Cacoal de membros e técnicos, que estão ministrando curso para servidores municipais, dentro do Encontro de Atualização Administrativa, o Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE-RO) realizou, ontem (24), uma série de palestras para alunos da Escola Josino Brito e para acadêmicos das Faculdades Integradas de Cacoal (Unesc) e do campus da Universidade Federal de Rondônia (Unir) no município.

As atividades fazem parte do projeto “Corte de Contas Cidadã”, que tem como propósito aproximar o Tribunal da sociedade, oferecendo conhecimento mais aprofundado sobre a instituição e sua finalidade de zelar pela correta aplicação dos recursos públicos.

No campus da Unir, o diretor da Escola de Contas do TCE, auditor Davi Dantas da Silva, falou para estudantes dos cursos de Direito, Ciências Contábeis e Administração. No trabalho de coordenação, esteve o professor do curso de Ciências Contábeis, Charles Carminati.

Inicialmente, o auditor expôs a função fiscalizadora e a missão constitucional do TCE, destacando a atuação didático-pedagógica do órgão nos últimos anos, a fim de prevenir para não punir. “A maior satisfação do Tribunal é apreciar e julgar contas positivas, sem erros ou falhas”, comentou Davi Dantas.

O auditor falou também de procedimentos adotados pelo TCE para a correta fiscalização das contas públicas, entre as quais, os processos de prestação de contas, tomada de contas especial, auditorias e julgamento de atos de aposentadoria e pensão.

Os estudantes universitários aproveitaram a palestra para tirar dúvidas sobre o TCE. Na oportunidade, o auditor Davi Dantas aproveitou para ressaltar a importância da participação da comunidade na fiscalização do erário. “A participação da sociedade é importantíssima para que o Tribunal de Contas desenvolva com mais precisão a defesa do erário”, disse.

Já na Unesc, coube ao assessor de Conselheiro Edson do Espírito Santo Sena ministrar palestra para alunos dos cursos de Administração, Direito e Ciências Contábeis. A coordenação foi do professor Gustavo Reis, coordenador do curso de Administração e Economia.

O palestrante falou sobre a importância do Tribunal de Contas para a eficiência da administração pública, além de responder a questionamentos dos acadêmicos em relação às ações do TCE para coibir eventuais desvios de recursos públicos.

Tanto na Unir quanto na Unesc, as palestras contaram como atividade complementar para os alunos. Os professores que estiveram na coordenação dos trabalhos fizeram questão de enaltecer o projeto desenvolvido pelo TCE e lembraram que a experiência de profissionais de órgãos que lidam diariamente com a administração pública é fundamental para a aprendizagem dos acadêmicos.
 

REDE PÚBLICA

Situada no bairro Floresta, em Cacoal, a Escola Josino Brito, que pertence à rede pública de ensino, também recebeu o projeto “Corte de Contas Cidadã”. O assessor da Escola de Contas, Cláudio José Uchoa, falou para uma plateia composta por professores e alunos do ensino fundamental sobre o papel da instituição no controle das contas públicas.

Aproveitando a ocasião, o servidor salientou o papel dos educadores como multiplicadores do conhecimento e dos alunos para mobilizar a sociedade, a fim de que exerçam a cidadania e não deixem que a fiscalização do dinheiro público fique apenas por conta dos órgãos técnicos especializados.

Fonte: Ascom
 

Mais Sobre Municípios

Semana do Trânsito: Comitê encerra atividades comemorativas

Semana do Trânsito: Comitê encerra atividades comemorativas

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), coordenadora do Comitê Municipal de Segurança Viária, realizou na última sexta-feira (25) o encerramento d

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran), informa que foi confirmada a paralisaç