Porto Velho (RO) terça-feira, 18 de janeiro de 2022
×
Gente de Opinião

Municípios

Responsabilidade dos conselheiros do Fundeb é destacada por promotor em palestra


 
Dando sequência à programação do terceiro módulo do curso de Operacionalização e Aperfeiçoamento do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), o promotor de Justiça Fernando Reys de Assis, da Comarca de Ji-Paraná, deu uma palestra para os participantes quanto às responsabilidades de seus atos como membros do Conselho do Fundeb.

“O conselheiro do Fundeb exerce uma função relevantíssima para a sociedade, mas não pode fechar os olhos para irregularidades que estejam sendo cometidas em seu município, sob pena de ser responsabilizado penal, civil e administrativamente”, explicou o promotor durante a apresentação realizada ontem (18), nas dependências do Hotel Maximus, em Ji-Paraná.

De acordo com ele, os conselheiros, mesmo os que não possuem vínculo empregatício com a administração pública, têm responsabilidades que se equiparam às dos funcionários públicos. “Caso aja com dolo ou se omita, o conselheiro estará incorrendo em culpa grave, passível, sim, de punição”, diz.

O representante do MP ainda relacionou as possíveis infrações: prevaricação, corrupção passiva e ativa, entre outras. Já as punições vão desde a perda dos direitos políticos e do cargo público (caso seja servidor) até restituição do dinheiro desviado do erário.

O conselho tem como função fiscalizar a correta aplicação dos recursos do Fundeb. Para isso, seus membros devem ter acesso aos documentos e relatórios, bem como acompanhar a execução de obras e serviços, os convênios celebrados e as compras realizadas pela administração municipal.

“Cabe ao gestor proporcionar aos conselheiros condições para entender e interpretar o que está naquela documentação, disponibilizando, para isso, um técnico ou contador”, salienta o representante ministerial. “E cabe ao conselheiro não ir assinando documento de qualquer forma, pois, com essa ação, ele pode permitir o desvio de dinheiro público.”

POLÍTICAS PÚBLICAS

Além de tirar dúvidas dos conselheiros sobre questões jurídicas envolvendo a aplicação dos recursos do Fundeb, o promotor Fernando Reys fez sugestões aos participantes do curso, como maior ênfase à discussão de políticas públicas. “Para isso, os conselheiros devem receber e ter o maior número de informações possível, inclusive de vizinhos, amigos”, afirma.

Por fim, em caso de constatação de alguma irregularidade, o palestrante orientou aos conselheiros notificarem os prefeitos. Caso a ação não surta efeito, devem ser acionados também a Câmara de Vereadores, o Ministério Público e o Tribunal de Contas. “O mais importante é o conselheiro ter em mente que, fazendo uma fiscalização correta dos recursos destinados ao Fundeb, ele está contribuindo para o desenvolvimento da educação e, consequentemente, para que este País cresça.”

Conselheiros do Fundeb de 12 municípios participam da capacitação em Ji-Paraná. O evento, que termina nesta terça-feira (19), é organizado pelo Instituto de Estudos e Pesquisas Conselheiro José Renato da Frota Uchôa (IEP)/Escola de Contas, em parceria com a Secretaria Regional de Vilhena e o Ministério Público do Estado, com o apoio da Prefeitura de Ji-Paraná.

Fonte: Ascom
 

Mais Sobre Municípios

Ariquemes inicia campanha de vacinação infantil contra Covid-19

Ariquemes inicia campanha de vacinação infantil contra Covid-19

A Prefeitura de Ariquemes, através da Secretaria Municipal de Saúde – Semsau, dará início nesta terça-feira, 18/01, a campanha de vacinação infantil

Com recurso do Estado, obras de revitalização do asfalto avançam em Porto Velho

Com recurso do Estado, obras de revitalização do asfalto avançam em Porto Velho

A obra de recapeamento asfáltico da avenida Mamoré, uma das principais vias da zona Leste de Porto Velho, está em execução desde dezembro e 4,1 km est

Denúncia do vereador Fogaça ao TCE sobre álcool comprado pela SEMED gera notificações ao prefeito Hildon Chaves

Denúncia do vereador Fogaça ao TCE sobre álcool comprado pela SEMED gera notificações ao prefeito Hildon Chaves

Através de despacho do Conselheiro Relator Valdivino Crispin de Souza, o Tribunal de Contas do Estado de Rondônia estabeleceu diversas notificações co

Secretaria de Saúde promove campanha do Janeiro Roxo

Secretaria de Saúde promove campanha do Janeiro Roxo

Durante todo o mês de janeiro, a Secretaria Municipal de Saúde – Semsau, promove a campanha “Janeiro Roxo”, com objetivo de conscientização, prevenç