Porto Velho (RO) domingo, 7 de março de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Prefeitura de Ariquemes suspende aumento de tarifas do serviço público de abastecimento de água e esgotamento sanitário


Foto: Internet - Gente de Opinião
Foto: Internet

A Prefeitura de Ariquemes, por meio da Procuradoria Geral do Município (PGM), editou nesta segunda-feira (18), o decreto Nº17.133/21, que visa suspender o aumento tarifário do serviço público de abastecimento de água potável e esgotamento sanitário no município de Ariquemes. 

Conforme a edição do decreto, há normativas em Lei Federal de Nº13.979/20, e de Decretos Estaduais Nº25.728/21, Nº25.729/21, e dos Decretos Municipais de Nº17.110/21, Nº17.044/20 e Nº16.281/20, que recomendam providências emergenciais no cenário da pandemia do novo Coronavírus, sobre a contenção e alívio dos seus graves efeitos sobre a saúde pública e a economia. 

Ainda conforme o decreto, o serviço público de distribuição de água potável e de esgotamento sanitário ofertado à população, não pode ser separado, é direito básico a existência humana. Também destaca que o serviço de distribuição e abastecimento de água potável e esgotamento sanitário no município, não vem correspondendo aos padrões mínimos de qualidade e cobertura, exigidos por lei.

O Decreto ainda traz em seu teor, que a Agência Municipal de Regulação (AMR), responsável pela fiscalização e regulamentação das concessões do serviço público de Ariquemes, após vários descumprimentos do contrato por parte da concessionária, deflagrou processo administrativo extraordinário para restabelecer o equilíbrio econômico-financeiro, do contrato de concessão do serviço público de água e esgoto. 

O Decreto também destaca que a concessionária acumulou nos últimos dois anos, dívida com o município, que superam a importância de R$1,400.000,00 (Um Milhão e Quatrocentos Mil Reais), apenas em multas aplicadas pela agência reguladora, na casa de mais de Duzentas infrações. Também ressalta que a concessionária Águas de Ariquemes, acumulou no último biênio um aumento de ações contra si, de mais de 150%, em relação ao mesmo período anterior, oriundo de mais de 190 ações cíveis por parte dos consumidores. Ficou entre as Dez empresas com o maior número de reclamações junto ao Procon. 

Ainda de acordo com a redação do Decreto, mesmo diante de todas as circunstâncias, a empresa concessionária considerou reajustar a tarifa de água e esgoto ao longo do ano de 2021, em 17,94%, sem levar em conta os impactos econômicos que poderiam gerar aos consumidores de seus serviços. 

O decreto que entrou em vigor no dia 18/01, suspende o reajuste de tarifas do serviço público de abastecimento de água e esgotamento sanitário, no município de Ariquemes, até que os estudos de impactos econômicos sejam realizados. Também fica proibido o aumento tarifário de todos os serviços públicos, bem como, a interrupção dos serviços, enquanto durar o estado de calamidade pública.

Mais Sobre Municípios

Feira Livre de domingo vai funcionar ao lado do prédio do relógio em Porto Velho

Feira Livre de domingo vai funcionar ao lado do prédio do relógio em Porto Velho

Por causa do aumento no nível do rio Madeira, fenômeno natural nessa época do ano, a Prefeitura de Porto Velho decidiu mudar, temporariamente, a parti

Porto Velho: mortes causadas pela pandemia provocam lotação no Cemitério Santo Antônio

Porto Velho: mortes causadas pela pandemia provocam lotação no Cemitério Santo Antônio

A Prefeitura de Porto Velho pretende concluir ainda nesta sexta-feira (5), o processo licitatório para aquisição de 1.800 gavetas destinadas a novos s

Prefeito Hildon Chaves apresenta projeto da EFMM e bairro Lagoa à Comissão de Obras da Câmara Municipal

Prefeito Hildon Chaves apresenta projeto da EFMM e bairro Lagoa à Comissão de Obras da Câmara Municipal

Os projetos de revitalização da Estrada de Ferro Madeira Mamoré (EFMM) e de drenagem no bairro Lagoa foram apresentados na tarde de quarta-feira (3)

Prefeito Hildon Chaves assina ordem de serviço para a construção de 269 casas

Prefeito Hildon Chaves assina ordem de serviço para a construção de 269 casas

Foi assinada na tarde de segunda-feira (1º), a ordem de serviço orçada em mais de R$ 10 milhões para a retomada da construção de 269 unidades habita