Porto Velho (RO) sexta-feira, 25 de junho de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Prefeito derrotado na Câmara usa decreto para prejudicar servidores



Depois de sofrer uma estrondosa derrota na Câmara Municipal ao tentar a aprovação de Projeto de Lei que retirava direitos dos trabalhadores em educação do Município, o prefeito de Presidente Médici, Charles Modro, resolveu adotar o estilo autoritário e trocar o diálogo por decretos.

Com um texto completamente vazio que atenta contra a língua portuguesa e contra o estado democrático de direito, o Decreto-Lei nº 002/2008, assinado pelo prefeito, simplesmente suspende os efeitos da Lei Complementar nº 1399/2008, aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo próprio prefeito, que criou o Plano de Carreira dos trabalhadores em educação de Presidente Médici.

A fúria do prefeito em editar o Decreto se deu por vingança, por não ter conseguido fazer com que os vereadores aprovassem o Projeto de Lei nº 39, através do qual pretendia alterar o parágrafo segundo do artigo 11 do Plano de Carreira, que garante aos funcionários de escola a elevação de nível dentro do mesmo cargo.

Sempre atenta aos direitos dos servidores, a professora Ineide, diretora do Sintero em Presidente Médici, descobriu a manobra do prefeito e mobilizou os trabalhadores em educação, que participaram da sessão da Câmara de segunda-feira, quando os planos do prefeito foram rejeitados por unanimidade dos vereadores.

Curiosamente e completamente perdido em sua administração, o prefeito alegava inicialmente que a elevação de nível era inconstitucional. Como a elevação de nível já existe no serviço em outras administrações e é completamente constitucional, o prefeito mudou o discurso e no Decreto alega que com o Plano de Carreira a folha de pagamento extrapola o limite estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Segundo a Diretora do Sintero da Regional Guaporé, Ineide Batista, a alegação do prefeito não passa de um falso argumento, pois com a medida o prefeito prejudica apenas os servidores que possuem os menores salários. “Se é para obedecer a Lei de Responsabilidade Fiscal, por que o prefeito não mexeu nas maiores gratificações, nas gratificações de R$ 2.000,00 e de R$ 2.150,00”, indagou a professora.

Além disso, há denúncias de que a Prefeitura inclui no Plano de Carreira da educação servidores que não são pagos pela folha da Semed e sequer fazem parte do quadro. “Se o argumento de que a folha está inchada fosse sério, por que o prefeito contratou até motorista para a educação com data retroativa, se a Semed não está precisando de motorista?”, voltou a questionar a professora Ineide.

A presidente do Sintero, Claudir Mata, foi a Presidente Médici e participou da sessão da Câmara. Segundo ela, o que o prefeito quer fazer com os trabalhadores em educação é um absurdo e um retrocesso para a educação. Segundo ela, além da mobilização da categoria para exigir os seus direitos, o Sintero vai entrar com ação judicial contra a Prefeitura e contra o ato do prefeito.

Fonte: Ascom / SINTERO 

 

 

 

 

Mais Sobre Municípios

Nove bairros de Porto Velho recebem obras de infraestrutura nesta quinta-feira

Nove bairros de Porto Velho recebem obras de infraestrutura nesta quinta-feira

Todos os dias, equipes de obras da Prefeitura de Porto Velho atuam no cumprimento das metas do projeto de urbanização da capital. O planejamento é fei

Saneamento avança em Ariquemes: empresa de saneamento conclui a primeira etapa de construção do novo reservatório de água tratada

Saneamento avança em Ariquemes: empresa de saneamento conclui a primeira etapa de construção do novo reservatório de água tratada

Garantir água com qualidade e regularidade é um dos principais objetivos da Águas de Ariquemes, atualmente, na área urbana do município mais de 93%

Professora da rede pública municipal de Ariquemes vence concurso nacional do projeto "Caminho das Águas"

Professora da rede pública municipal de Ariquemes vence concurso nacional do projeto "Caminho das Águas"

Com o filme "Todos Pela Água", a professora Gilvany Santos Batista da Escola Municipal Jorge Luiz Moulaz, em Ariquemes, foi a vencedora no concurso

Vilhena: Pago recurso destinado por Mariana Carvalho para compra de caminhão-pipa

Vilhena: Pago recurso destinado por Mariana Carvalho para compra de caminhão-pipa

A parceria entre a Deputada Federal Mariana Carvalho e o ex-Vereador Rafael Maziero segue gerando resultados positivos para Vilhena. Desta vez, a Pr