Porto Velho (RO) sábado, 24 de outubro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

População cobra mais investimentos na saúde e segurança


A necessidade de investimentos na contratação de novos médicos, aquisição de medicamentos para postos de saúde e reforço na segurança pública nos bairros periféricos foram objetos de reivindicações da população de Pimenta Bueno e Espigão do Oeste, durante a 4ª audiência pública realizada pelo Ministério Público de Rondônia na noite de terça-feira (31).

O cenário das discussões foi o plenário da Câmara de Vereadores de Pimenta Bueno, que ficou completamente lotado por representantes de vários segmentos da sociedade. Além da população de Espigão e Pimenta, os moradores de São Felipe e Primavera de Rondônia apresentaram os problemas enfrentados no dia-a-dia pela população.

Em Pimenta Bueno, de acordo com os moradores, a maioria dos médicos é da Bolívia e existe uma grande ausência de profissionais na área da saúde. Professores universitários que participaram da audiência pública sugeriram que a Prefeitura ofereça oportunidade para contratar médicos da própria região.

Ainda em Pimenta, na área da segurança pública os moradores cobraram uma presença maior da Polícia Militar nas praças do município. Relataram que durante os fins de semana existe um grande fluxo de adolescentes consumindo bebidas alcoólicas. Por outro lado, policiais militares estariam cometendo atos de abuso de autoridade durante a abordagem dos menores.

O vereador José Pereira, de Espigão do Oeste, disse que o município recebe recursos do Governo Federal para a saúde baseado no último censo do IBGE, que apontou no município 26 mil habitantes. "Em decorrência do garimpo de diamante Roosevelt, a população de Espigão aumentou e hoje é formada por mais de 40 mil habitantes. O dinheiro não é suficiente para atender a demanda da população na área da saúde".

Em relação ao município de Primavera de Rondônia, a população cobrou do Ministério Público uma maior fiscalização no transporte escolar de estudantes da zona rural. Os moradores denunciaram a venda de drogas e bebidas alcoólicas em bares nas proximidades de escolas públicas e cobraram maior participação dos conselhos tutelares na construção de políticas públicas para os menores.

O Procurador-Geral de Justiça, Abdiel Ramos Figueira, disse que as sugestões apresentadas pela população serão inseridas no Plano Geral de Atuação  (PGA) para o biênio 2007-2008. "O Ministério Público tem a plena consciência de sua atribuição, mas quer ouvir de perto a necessidade da população", disse.

A audiência pública contou com a presença dos Procuradores de Justiça, Ivo Benitez e Rodney Pereira de Paula; dos Promotores Héverton Aguiar, Marcos Tessila, João Afonso (Porto Velho); Rogério Nantes (Pimenta) e Átila Sales (Espigão), além do Prefeito de Pimenta, Augusto Plaça, vereadores, delegados de polícia, universitários, liderança de bairros e representantes de associações.

Fonte: Ascom / MPRO 

Mais Sobre Municípios

Prefeitura de Cacoal realiza Audiência Pública para apresentação da LOA/2021

Prefeitura de Cacoal realiza Audiência Pública para apresentação da LOA/2021

Devido à situação de pandemia, a Prefeitura de Cacoal estará disponibilizando um link na página oficial da Prefeitura, no dia 27 de outubro ás 18h 3

Comunicado - Navegação no rio Madeira

Comunicado - Navegação no rio Madeira

A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Defesa Civil Municipal, alerta aos pilotos de embarcações e navegadores em geral sobre a baixa do nível do R

Prefeitura amplia rede de drenagem  em cruzamento crítico em Porto Velho

Prefeitura amplia rede de drenagem em cruzamento crítico em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Serviços Básicos (Semisb), deu início nesta semana a uma ob