Porto Velho (RO) terça-feira, 22 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Policiais Militares desenvolvem projeto de Karatê em Vilhena



Desde fevereiro de 2009 o projeto intitulado “Educando através do Karatê”, desenvolvido no município de Vilhena, vem tirando crianças e adolescentes carentes de situações vulneráveis. A iniciativa partiu do PM Breno e PM Mônica, praticantes da modalidade, e lotados no 3º Batalhão da Polícia Militar.

O Programa consiste em ministrar a crianças e adolescentes aulas de karate, palestras e lições de cidadania e respeito ao próximo através da disciplina de uma arte marcial.

O projeto que conta atualmente com 40 crianças e adolescentes com idade entre 6 a 16 anos tem como principais exigências para ingresso e permanência, a matrícula escolar e a comprovação de viver em situação de risco, sendo a triagem realizada pela Associação Vilhenense de Karatê (AVK), instituição sem fins lucrativos que conta com o apoio do voluntariado da comunidade local.Segundo o PM Breno, eles começam com noções básicas do Karatê e evoluem, podendo se graduar e crescer dentro desta arte marcial.

O maior objetivo do projeto é formar cidadãos conscientes e responsáveis, de forma a levar uma vida ética, disciplinada, saudável, e principalmente longe das drogas. Os mentores do projeto , que prestam serviços na1ª Companhia do 3º BPM, conhecem bem a região, consideram a cidade de Vilhena tranqüila, mas que, assim como outros centros urbanos, tem no consumo de drogas a principal ameaça ao futuro dos jovens.

Pais e filhos

“O projeto tem despertado não só as crianças e os adolescentes, mas muitos adultos nos procuram para conhecer um pouco mais da arte milenar do karatê que tem em seu lema a formação do caráter, o cultivo do intuito de esforço, a contenção do espírito de agressão e o respeito acima de tudo. As nossas expectativas são as melhores possíveis para o próximo ano e esperamos atingir mais e mais crianças e adolescentes, atualmente necessitamos do apoio financeiro para montarmos um local apropriado para os treinamentos de karatê”, conclui a PM Mônica.

No último fim de semana do mês de setembro os alunos do projeto “Educando através do karatê” participaram do 1º Campeonato Garra, que reuniu karatecas de todo o estado em uma competição em que o mais importante foi a interação e as novas amizades conquistadas. Os atletas do projeto fizeram bonito, garantiram várias medalhas se destacando a nível de estado.

Fonte: Lenilson Guedes

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento