Porto Velho (RO) quinta-feira, 6 de maio de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Pobres recebem pão e leite fabricados com restos de ratos


Ratos em meio à soja armazenada no Almoxarifado Municipal de Vilhena (sul de Rondônia) podem estar colocando em risco a saúde de muita gente. Os grãos carcomidos são usados pela CPA (Central de Produção de Alimentos) como matéria-prima na fabricação de pão e leite distribuídos a, pelo menos, 5 mil famílias pobres, além de reforçar a merenda escola do município.

A vereadora Eliane Back (PV) recebeu uma denúncia anônima e foi ao almoxarifado. Encontrou-o fechado e sem ninguém para recebê-la.   Foi então que telefonou para o diretor do local, João Antônio Cirino dos Santos, que foi ao encontro de Eliane acompanhado do prefeito Marlon Donadon (PMDB) e uma enorme comitiva de assessores.  

A tropa de choque do prefeito impediu a imprensa de entrar no local, bateu boca com a vereadora, quis impedi-la de entrar no almoxarifado e acusou-a de tentar usar a situação para fins eleitoreiros. O programa de distribuição de pães e leite é usado com muita ênfase na publicidade oficial veiculada pela televisão, outdoors, rádios e jornais.

Eliane só conseguiu entrar depois de ameaçar chamar a polícia. Ela acionou o também vereador Arlindo Nenzão (PDT) e representantes da Delegacia Regional de Saúde, Vigilância Sanitária e Ministério Público. No local, de fato havia muita sujeira, mau cheiro e caixas de remédio com prazos de validade vencidos, além dos ratos e até um gato morto.

Alguns sacos de soja estavam furados, provavelmente pela roedura dos animais. Mostras do cereal e do leite já pronto foram recolhidas pelos técnicos da Vigilância Sanitária e encaminhados para exames laboratoriais para atestar se a população vinha, realmente, correndo o risco de contaminação.

A distribuição do leito e do pão, que ocorria desde 2001, foi suspensa até que a prefeitura construa um local que garanta a conservação adequada da matéria-prima.   O Projeto de Lei nº 2372/07, aprovado em 8 de março deste ano na Câmara de Vereadores, prevê a construção de um silo.

Em sua versão sobre os fatos, o prefeito disse que os funcionários responsáveis pela conservação da soja serão demitidos. Marlon culpou a vereadora Eliane pela cancelamento do atendimento às milhares de pessoas. "É política", resumiu o prefeito para empanar o peso da denúncia da parlamentar.

Fonte: Júlio Olivar

Mais Sobre Municípios

Iniciada as ações de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes em Rolim  de Moura

Iniciada as ações de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes em Rolim de Moura

A Secretária Municipal de Assistência Social de Rolim de Moura (RO) Sandra Miranda, informou que as ações para chamar atenção da sociedade rolimoure

ACR reivindica aumento do número de ônibus em Porto Velho

ACR reivindica aumento do número de ônibus em Porto Velho

A mais antiga e prestigiada associação comercial de nosso estado, a Associação Comercial de Rondônia-ACR, fundada em 30 de setembro de 1928, sob o n

Servidores da saúde de Porto Velho avaliam importância da rotina de dedicação

Servidores da saúde de Porto Velho avaliam importância da rotina de dedicação

O Dia do Trabalhador esse ano é diferente para muitos dos servidores do município de Porto Velho. A pandemia da Covid-19 mudou a rotina para quem atua

Internações por Covid-19 diminuem mais de 60% no Hospital Municipal de Ji Paraná

Internações por Covid-19 diminuem mais de 60% no Hospital Municipal de Ji Paraná

Nos últimos dias, o Hospital Municipal Dr. Claudionor Couto Roriz registrou uma queda de aproximadamente 60% no número de pacientes internados em tr