Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de janeiro de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Pobres recebem pão e leite fabricados com restos de ratos


Ratos em meio à soja armazenada no Almoxarifado Municipal de Vilhena (sul de Rondônia) podem estar colocando em risco a saúde de muita gente. Os grãos carcomidos são usados pela CPA (Central de Produção de Alimentos) como matéria-prima na fabricação de pão e leite distribuídos a, pelo menos, 5 mil famílias pobres, além de reforçar a merenda escola do município.

A vereadora Eliane Back (PV) recebeu uma denúncia anônima e foi ao almoxarifado. Encontrou-o fechado e sem ninguém para recebê-la.   Foi então que telefonou para o diretor do local, João Antônio Cirino dos Santos, que foi ao encontro de Eliane acompanhado do prefeito Marlon Donadon (PMDB) e uma enorme comitiva de assessores.  

A tropa de choque do prefeito impediu a imprensa de entrar no local, bateu boca com a vereadora, quis impedi-la de entrar no almoxarifado e acusou-a de tentar usar a situação para fins eleitoreiros. O programa de distribuição de pães e leite é usado com muita ênfase na publicidade oficial veiculada pela televisão, outdoors, rádios e jornais.

Eliane só conseguiu entrar depois de ameaçar chamar a polícia. Ela acionou o também vereador Arlindo Nenzão (PDT) e representantes da Delegacia Regional de Saúde, Vigilância Sanitária e Ministério Público. No local, de fato havia muita sujeira, mau cheiro e caixas de remédio com prazos de validade vencidos, além dos ratos e até um gato morto.

Alguns sacos de soja estavam furados, provavelmente pela roedura dos animais. Mostras do cereal e do leite já pronto foram recolhidas pelos técnicos da Vigilância Sanitária e encaminhados para exames laboratoriais para atestar se a população vinha, realmente, correndo o risco de contaminação.

A distribuição do leito e do pão, que ocorria desde 2001, foi suspensa até que a prefeitura construa um local que garanta a conservação adequada da matéria-prima.   O Projeto de Lei nº 2372/07, aprovado em 8 de março deste ano na Câmara de Vereadores, prevê a construção de um silo.

Em sua versão sobre os fatos, o prefeito disse que os funcionários responsáveis pela conservação da soja serão demitidos. Marlon culpou a vereadora Eliane pela cancelamento do atendimento às milhares de pessoas. "É política", resumiu o prefeito para empanar o peso da denúncia da parlamentar.

Fonte: Júlio Olivar

Mais Sobre Municípios

Prefeitura de Porto Velho avisa que etapa de orientações Já passou e agora haverá notificações

Prefeitura de Porto Velho avisa que etapa de orientações Já passou e agora haverá notificações

A primeira operação realizada após a publicação do decreto 25.728, com o propósito de orientar e educar os comerciantes sobre os riscos de aglomeraç

Prefeitura de Ariquemes suspende aumento de tarifas do serviço público de abastecimento de água e esgotamento sanitário

Prefeitura de Ariquemes suspende aumento de tarifas do serviço público de abastecimento de água e esgotamento sanitário

A Prefeitura de Ariquemes, por meio da Procuradoria Geral do Município (PGM), editou nesta segunda-feira (18), o decreto Nº17.133/21, que visa suspe

Semagric mantém equipes para situações emergenciais

Semagric mantém equipes para situações emergenciais

Conforme o inverno amazônico apresenta maior precipitação pluviométrica, causando danos às estradas vicinais, a Secretaria Municipal de Agricultura, P

Prefeita de Ariquemes visita produtor de silagem de milho e criador de gado leiteiro

Prefeita de Ariquemes visita produtor de silagem de milho e criador de gado leiteiro

Na oportunidade o Secretário de Agricultura Indústria e Comércio (SEMAIC), Antônio Marcos, acompanhou a prefeita Carla Redano, que visitaram a proprie